Início Notícias Têxtil

A realidade da ITV 4.0

A indústria inteligente está, segundo a Infos, a exigir que as empresas do sector têxtil e vestuário integrem cada vez mais informação na sua cadeia produtiva para responderem às exigências de personalização e séries mais pequenas dos clientes, ao mesmo tempo que otimizam os seus recursos.

Esta necessidade de se adaptar às novas exigências do mercado para se manterem competitivas implica a utilização e integração, por parte das empresas, de novas tecnologias no chamado “chão de fábrica”, de forma a conseguirem «o aumento da rapidez e volume de produção», ao mesmo tempo que contribuem «para a qualidade, para a diversificação dos produtos, para a inovação, para a redução de custos e para a globalização dos mercados, onde se conjugam de forma uniforme o conhecimento, o software, os equipamentos, as máquinas e os seres humanos», destaca um whitepaper da Infos, especialista em desenvolvimento e implementação de software de gestão.

O documento, assinado pelo diretor comercial da empresa, José Miguel Lopes, refere que «no contexto atual, as empresas deverão transformar-se em elementos ativos do ecossistema tecnológico, incorporando em cada realidade o conhecimento externo necessário ao desenvolvimento de soluções que fomentem a conectividade dos equipamentos, a análise de dados e o desenvolvimento de plataformas de apoio à gestão».

Uma evolução que vai no sentido de substituir o modelo de produção de grandes quantidades por um que enquadre a atual procura do mercado, cada vez mais concentrada na personalização e produção à medida, ao mesmo tempo que faz a gestão do desempenho de forma preditiva para os diferentes projetos e equipamentos nas várias áreas de produção. «Com esta abordagem, a amplitude e o valor dos serviços prestados pela ITV melhoram a retenção de clientes e levam a compromissos comerciais mais profundos e lucrativos», afirma este whitepaper da Infos.

Tendo em conta esta realidade, a empresa explica que «os equipamentos conectados serão a espinha dorsal da indústria num futuro próximo e a ITV terá de descobrir como gerir os dados provenientes de uma avalanche de sensores, equipamentos e plataformas integradas e sistemas de processamento de informações mais rápidos», uma área em que a Infos acredita que pode ajudar. «Com as soluções da Infos, desenvolvidas especificamente para os mercados têxtil e vestuário, o fluxo de dados combinados em tempo real e em rede, entre equipamentos industriais e sistemas logísticos, controlam o processo de produção de uma encomenda desde o momento em que dá entrada no sistema até à expedição da mesma», sublinha José Miguel Lopes. «Os dados são registados automaticamente no ERP permitindo identificar, avaliar vulnerabilidades e iniciar medidas para manter o risco a um nível mínimo aceitável tornando a empresa mais competitiva através do planeamento/alocação de recursos (matéria-prima, maquinaria, funcionários, horas, custo previsto), rastreio e ajustes, ao longo de todo o processo», resume.

Para além deste whitepaper “ITV 4.0”, publicado já em abril, a empresa especialista em desenvolvimento e implementação de software de gestão tem desenvolvido, desde o mês passado, documentos sobre temas pertinentes para o sector. Já publicados e disponíveis para download estão também os whitepapers “O futuro do retail” e “Os nossos clientes estão a mudar”.