Início Notícias Têxtil

Ano de vitórias

Não foi só com a Seleção de futebol que Portugal festejou vitórias em 2016. Na indústria têxtil e vestuário, o saldo foi igualmente muito positivo, num ano marcado por um aumento das exportações, novos investimentos, reforço do posicionamento e inovação q.b.

A fechar o ano, o Jornal Têxtil analisa os temas que marcaram 2016 para a indústria têxtil e vestuário, em Portugal e no mundo, e, juntamente com Manuela Pereira, CEO das Confecções Manuela & Pereira, Hélder Rosendo, diretor-geral da P&R Têxteis, Paulo Rodrigues, diretor industrial da Fiorima, António Cunha, sales area manager da Orfama, Bruno Mineiro, administrador da Twintex, Sónia Pinto, diretora do Modatex, Fernando Ferreira, diretor do Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil da Universidade do Minho, Luís Ribeiro Fontes, secretário-geral da ANIT-LAR e César Araújo, presidente da ANIVEC, faz um balanço do ano que passou e dos desafios e oportunidades que se vislumbram nos próximos 12 meses.

O ano de 2017, de resto, promete, como conta o diretor-geral da Lectra Portugal, Rodrigo Siza, que desvenda alguns dos conceitos que irão dominar a oferta da multinacional de origem francesa nos próximos tempos, com especial enfoque para as novidades que estão a chegar ao mercado português.

Já na Ecoticket, os olhos estão voltados lá para fora. A empresa, fundada e liderada pelo professor universitário Jaime Rocha Gomes, está a avançar com a comercialização da inovadora tecnologia de repelência de mosquitos MoskoRepel, que tem já patente em Portugal e aguarda o desenrolar do processo no resto do mercado europeu e no Brasil.

A inovação está também no ADN da A. Sampaio, que há mais de 70 anos que aposta no desenvolvimento de malhas, enquanto na Imprimis by Gulbena é a criatividade que está a dominar, com a tecnologia de estamparia digital a permitir dar asas à imaginação. A marca de vestuário de desporto Botton, por seu lado, está a expandir a sua abrangência e a testar novos conceitos de distribuição, como o franchising, ao passo que a Fisipe tem uma nova linha de produção de precursor de fibra de carbono, num investimento que ascende a vários milhões de euros nos últimos quatro anos.

Nesta edição de dezembro do Jornal Têxtil apresentamos novas marcas que estão a dar cartas na decoração da casa, como a Trendy Pillows, Casulo, Rust and May e Chicoração, e as novidades que poderá encontrar na próxima edição da maior feira europeia de têxteis-lar, a Heimtextil.

E por falar em feiras, fazemos o balanço da última edição da Tissu Premier, em Lille, onde estiveram cinco expositores portugueses, assim como da Maroc in Mode, onde o Jornal Têxtil encontrou a portuguesa Cotex.

Espreite ainda as tendências para a primavera-verão 2017, tal como espelhadas nas principais passerelles mundiais, e conheça o mais recente projeto do designer de moda português Dino Alves, que junta uma vocação ecológica com uma vertente educativa.

Não nos esquecemos da conjuntura nem dos dados do comércio externo e recheamos ainda esta edição do Jornal Têxtil com as principais novidades internacionais do universo das fibras, tecidos, têxteis técnicos e vestuário, com muita I&D à mistura, em jeito de presente de Natal.

Desembrulhe connosco as notícias que fazem a atualidade da indústria têxtil e vestuário e termine o ano da melhor maneira. Se ainda não é assinante, não espere pelo Ano Novo: faça já a sua subscrição (aqui) e receba todos os meses o seu Jornal Têxtil.