Marcas

Início Notícias Marcas

Seapath na crista da sustentabilidade

A marca de vestuário nacional foi trazida pelo movimento das ondas e já navega águas internacionais. A Seapath tem ADN sustentável e estética urbana, utilizando nas suas t-shirts algodão orgânico e reciclado.

Perff aquece mercado nacional

Apresentada na semana passada, a nova marca de athleisure 100% “made in Portugal” saltou os primeiros passos e já corre com vontade de alcançar novos segmentos de mercado. O design aliado à performance e o comércio eletrónico são músculos a exercitar pela Perff.

Marcas antecipam 2018

No início deste mês, o portal de tendências WGSN organizou a conferência “Futures”, no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA), para antever os próximos grandes desafios do negócio da moda. Da consagrada Coca-Cola à emergente Glossier, o evento deixou ainda algumas questões que deverão ser colocadas às marcas nos próximos anos.

Sem Macaquinhos no sótão

…mas com eles no guarda-roupa. A marca de vestuário infantil nasceu pelas mãos de uma jornalista que, na verdade, pode ser vista como exploradora do reino animal – onde descobre os padrões originais das peças da Macaquinhos.

Marcas com pés para andar

A Bo-Bell nasceu em 2001 e há dois anos que divide casa com a sua irmã mais nova, a Pikitri. Suportadas por um know-how acumulado em mais de 20 anos na industria, ambas as marcas se dedicam ao calçado infantil, mas com diferentes estratégias de mercado.

A jovem Averse

Fruto de uma vontade da GBTX de criar uma marca própria, a Averse emerge no universo da moda com uma linha de roupa direcionada para o estilo «urban» e «streetwear», com planos de extrapolar as fronteiras nacionais e posicionar-se pelo mundo.

Cristina Barros na crista da onda

A surfar a onda da internacionalização, a marca Cristina Barros tem encontrado o equilíbrio na diversificação de mercados. Rússia e Hong Kong estão já no horizonte, mas Espanha, França e Alemanha continuam a ser portos seguros.

Uma história Ponto por Ponto

A Ponto por Ponto transporta uma história que já vem da geração passada. Em 1998, as quatro filhas da costureira, que começou por «vender umas coisinhas nas lojas», e do alfaiate criaram a marca que se tornou especialista em roupa de cerimonia para bebés e crianças.

“Made in Portugal” em todas as frentes

No comércio eletrónico, retalho tradicional ou no canal multimarca – sem esquecer a proposta omnicanal –, aquém e além-fronteiras, as marcas Ana Sousa, Pé de Chumbo e Dielmar definiram planos de negócio resistentes e adaptáveis ao desafiador ambiente de retalho.

Sustentabilidade: teoria versus prática

Nos últimos anos, a indústria da moda tem percebido que o primeiro passo em direção à sustentabilidade é abraçar a mudança. No entanto, o comércio justo, a transparência da cadeia de aprovisionamento e a educação do consumidor, entre outros, continuam a ser verdadeiros desafios para marcas e retalhistas.

Mais vistas