Mercados

Início Notícias Mercados

Primark desafia Inditex

A abertura da nova flagship da Primark em Madrid atraiu centenas de consumidores espanhóis, interessados nas propostas de moda a baixos preços da retalhista irlandesa, que continua a desafiar as marcas da rival Inditex no seu mercado interno.

Algodão para dar e vender

Apesar da queda significativa da produção mundial de algodão prevista para o período de 2015/2016, correspondida por um aumento do consumo desta fibra, a quantidade de matéria-prima em stock assegura a improbabilidade de situações de escassez.

Cuba contemporânea

A facilitação das transações comerciais e o alívio das restrições de circulação aproximam Cuba da modernização, fomentando um convívio inusitado entre o revivalismo do passado e o modernismo do presente.

A má reputação do algodão egípcio

Os estilhaços do escândalo que abalou o negócio e a reputação da Welspun India Ltd., a maior produtora indiana de têxteis-lar, nomeadamente lençóis e toalhas, podem vir a atingir o prestígio do algodão egípcio.

África do Sul a uma só voz

Há uma consciência crescente entre os retalhistas sul-africanos sobre a necessidade de colaborarem mais estreitamente com a indústria têxtil e vestuário do país, como forma de impedir o fortalecimento dos gigantes da moda globais neste que é o mais lucrativo mercado do continente africano.

Portugueses em força na Première Vision

Na próxima semana, de 13 a 15 de setembro, o universo da moda reúne-se na Cidade-Luz para a Première Vision Paris. Entre os 1.898 expositores confirmados, há, entre estreias e regressos, 57 empresas que levam na bagagem o know-how do “made in Portugal”.

Entre a Índia e o Paquistão

A recompensa aguarda os empreendedores que arriscarem estabelecer pontes de união entre a Índia e o Paquistão. Porém, muitos questionam-se sobre se os interesses económicos comuns a ambas as nações poderão superar o passado turbulento da região.

O potencial do desporto

Mediante a ascendente tendência global de fitness e adoção de um estilo de vida saudável, a par da predileção generalizada pela categoria de athleisure, que converteu as sapatilhas e leggings em artigos omnipresentes nas mais diversas circunstâncias sociais, muitos questionam-se sobre por quanto mais tempo o crescimento vertiginoso do segmento se poderá prolongar.

Um mercado de oportunidades

O crescimento da moda infantil superou já o da moda feminina e masculina, de acordo com os dados mais recentes – uma informação séria para as marcas que, afinal, só querem entrar nas brincadeiras dos petizes.

ITV portuguesa ganha mercado

Segundo os dados veiculados pela ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, com base nos dados do INE, nos primeiros oito meses do...

Mais vistas