Mercados

Início Notícias Mercados

Paquistão dá o salto

O Paquistão prevê a duplicação das exportações nacionais de têxteis e vestuário nos próximos cinco anos, graças à integração no acordo de comércio GSP+, promovido pela União Europeia, mas enfrenta ainda limitações que poderão atrasar o sucesso das medidas de incentivo ao sector.

Mediterrâneo à lupa

Localizados na proximidade da União Europeia, os quatro mercados em análise – Egito, Marrocos, Tunísia e Turquia – têm em comum o facto de esta representar o principal parceiro comercial destes países em termos globais e ao nível dos artigos têxteis e de vestuário.

Camboja reprovado

Os direitos laborais são ainda frágeis no Camboja devido a um inadequado e corrupto sistema de inspeção e generalizada subcontratação por fornecedores, limitando a efetiva implementação das normas legais recentemente consagradas.

A nova normalidade chinesa

A China enfrentará, em 2015, o maior défice orçamental desde a crise financeira global dos últimos anos, num momento em que o Primeiro-Ministro chinês Li Keqiang afirmou que a taxa de crescimento mais baixa dos últimos 25 anos é agora o novo padrão de normalidade da segunda maior economia mundial.

Myanmar quer vestir o mundo

A indústria de vestuário do Myanmar atravessa um momento de especial crescimento e transformação, como revelado pelo estudo da Associação de Fabricantes de Vestuário local, que pretende dar a conhecer este sector aos retalhistas, marcas e importadores, incentivando-os a investir no país.

Mercado de oportunidades

Dentro dos países que compõem a região da América Latina, o destaque enquanto mercados de destino vai para as quatro principais economias, nomeadamente: Argentina, Brasil, Colômbia e México, que englobam, no seu conjunto, uma proporção de 67% da população da região.

Pequenos luxos – Parte 2

Como forma de reafirmação social, os pais não hesitam em desembolsar somas exorbitantes por grandes luxos para a sua pequena prole, sejam eles bens...

ITV em expansão

Situada num ponto estratégico da rota comercial entre a Ásia e África, a República das Maurícias têm vindo a afirmar a sua posição como fornecedor de têxteis e vestuário para todo o mundo, apoiando-se numa indústria flexível, moderna e capaz de aproveitar os benefícios dos diferentes acordos de comércio livre.

Pequenos luxos – Parte 1

Produtos extravagantes, como berços no valor de 16 milhões de dólares, e ofertas de serviços indulgentes, como os mais recentes spas para bebés e...

Retalho em segurança?

Alguns membros das forças nacionais americanas e canadianas tinham já contestado a credibilidade da ameaça feita através de um vídeo atribuído ao grupo Al...

Mais vistas