A nova edição do desfile de moda DEMO’17 e respetiva pop-up store serão as últimas chamadas da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa antes do final do ano letivo 2016/2017.
No Reino Unido, o mercado de moda masculina cresceu o dobro da sua contraparte em 2016. Os analistas anteveem que a tendência continue nos próximos anos, à medida que as camadas mais jovens de consumidores do sexo masculino vão aumentando os seus gastos.
“O design como fator crítico nacional” é o nome da conferência que a Apiccaps, em associação com a Anivec e a Aorp, organiza no próximo dia 27 de junho. Luís Onofre, Josefinas, Boca do Lobo e H&M são algumas das marcas representadas, a que se somam especialistas internacionais.
A London Fashion Week Men’s celebrou o seu 5.º aniversário na mais recente edição – que decorreu entre 9 e 12 de junho – e inaugurou o voo da moda homem com destino à primavera-verão 2018. De Charles Jeffrey a Vivienne Westwood, a passerelle rendeu-se à ousadia.
Cinquenta marcas e empresas de vestuário, calçado, joalharia e acessórios estarão envolvidas, na próxima semana, em iniciativas do CENIT – no âmbito da estratégia ModaPortugal – que em Londres, Florença e Paris vão mostrar a criatividade e o know-how com selo português.
Há sete anos, Chiara Ferragni era uma blogger de moda novata que estudava direito em Milão. Não chegou a concluir o curso, mas agora vive numa mansão de mais de 3 milhões de euros e os seus looks rendem milhares. Ferragni é o melhor exemplo da metamorfose que garante a passagem de influenciador a guru do marketing.
No Porto, a melodia do Nos Primavera Sound não se esgota entre as luzes do palco e o verde do Parque da Cidade, convocando o know-how da empresa têxtil Heliotextil, o conhecimento da ESAD Matosinhos e, claro, a orientação das últimas tendências de moda. O festival de música que é muito mais do que música arrancou ontem.
Dividida entre Lisboa e resto do mundo, Alexandra Moura tem partido à descoberta de mais mercados e novos públicos, expandindo para outras paragens a sua marca própria. Do Norte da Europa à Ásia, do Médio Oriente à Austrália, a designer portuguesa está a dar saltos seguros na internacionalização.
Avaliada em 1,5 mil milhões de dólares, as próximas etapas no desenvolvimento da gigante do retalho online de moda de luxo são ainda uma incógnita, mas a entrada em bolsa, o multicanal, o financiamento das operações e o aumento da fidelização dos clientes estão entre os desafios a serem ultrapassados pela equipa de José Neves.
Com apenas 29 anos, Diogo Miranda está a celebrar, em 2017, 10 anos de uma carreira já recheada de sucessos. O jovem designer tem ganho reputação graças a um projeto que conjuga a criatividade do design com a gestão do negócio da moda, em Portugal e no mundo, online e offline.

Mais vistas