Retalho

Início Notícias Retalho

Retalho físico com futuro

Os líderes do retalho reuniram-se no Dubai, entre os dias 4 e 6 de abril, para debaterem a experiência futura do cliente na Conferência Mundial de Retalho. Ainda que muitos dos presentes tenham reconhecido o desafio/oportunidade colocado pela ascensão da Amazon e do online em geral, o foco esteve na otimização do espaço físico.

Zara e H&M sob ameaça

A Zara e a H&M são as duas maiores retalhistas de moda do mundo. Não por coincidência, são também as pioneiras da moda rápida. A Zara, por exemplo, é capaz de garantir um ciclo de 25 dias entre o design e a loja para peças campeãs de vendas e pode reabastecer stocks ainda mais rapidamente.

O apocalipse do retalho

Segundo vários analistas, será apenas um cavaleiro a anunciar este apocalipse que tem vindo a mudar a moda e os códigos de vestuário norte-americanos – o athleisure. Os tecidos confortáveis e tecnológicos, bem como os designs elegantes mas desportivo, têm vindo a mudar a face do retalho e a ditar a morte de alguns jogadores incapazes de se adaptarem às novas regras.

Uniqlo corre atrás da Zara

Apesar de pretender concentrar em vestuário para o dia a dia, menos focado nos caprichos da moda e mais na resposta às necessidades do consumidor, a Uniqlo quer adotar um modelo de negócio semelhante ao da gigante da fast fashion Inditex, onde a rapidez e a eficiência de custos e logística são conceitos essenciais.

H&M apresenta Arket

10 anos depois de ter começado a alargar o seu portefólio de marcas, a H&M apresentou hoje a sua nova cadeia de lojas, batizada Arket. De acordo com a retalhista, a Arket será lançada depois do verão, inicialmente na Regent Street, em Londres, e online para 18 mercados europeus, seguindo-se a abertura de lojas em Bruxelas, Copenhaga e Munique. A nova marca vem juntar-se às propostas da & Other Stories, Cheap Monday, COS, Monki e Weekday, bem como à marca H&M.

Mango cumpre sonho em Madrid

A retalhista espanhola investiu um total de 600 milhões de euros na abertura de 200 megalojas desde 2013, quando lançou uma estratégia de relançamento abrangente. O processo de transformação culminou esta semana com a abertura de uma nova flagship em Serrano, Madrid.

Next apanhada pela tormenta

O negócio da retalhista britânica de moda foi afetado pela transferência do consumo para o lazer, mudanças no canal de compra e desvalorização da libra no seguimento do Brexit, o que levou a Next a registar uma queda dos lucros, a primeira em oito anos.

Consumidores divididos nas compras

Nas últimas estações, as investidas de comércio eletrónico disruptivas da Amazon e as inovações de entrega foram roubando quota de mercado ao retalho tradicional – e, de acordo com os analistas, se os retalhistas não se esforçarem por acompanhar, vão continuar a perder clientes, cada vez mais inclinados a navegar e a comprar online.

O Sr. Zara arrecada mil milhões

Graças ao crescimento de 10% face a 2015 nos lucros da Inditex, Amancio Ortega, o homem mais rico da Europa, vai adicionar à sua conta bancária cerca de 1,26 mil milhões de euros em dividendos, distribuídos por cada ação da empresa.

Vendas da H&M em queda

A H&M surpreendeu o mercado com uma queda das vendas no mês de fevereiro, algo que não acontecia há quatro anos. Uma performance que contrasta com o crescimento das vendas da Inditex e que pode refletir, segundo os analistas, alguma perda de fulgor da fast fashion.

Mais vistas