Retalho

Início Notícias Retalho

Burberry à moda da tecnologia

Desde 2006, a britânica Burberry tem vindo a reposicionar-se como uma marca de moda digital – a estratégia passou por recorrer à análise de dados e à inteligência artificial e o resultado foi o crescimento das vendas e da satisfação do cliente.

Inditex alarga geografia e fortuna

Depois de anunciar o lançamento do portal de comércio eletrónico na Índia, a 4 de outubro, o grupo Inditex divulgou lucros de 1,37 mil milhões de euros no primeiro semestre, um salto de 8,8% em relação ao período homólogo do ano passado.

Zara e H&M não são bichos-papões

Segundo os especialistas, os retalhistas devem parar de imitar o modelo de negócio da H&M e da Zara e antes saber qual é o seu lugar, quem é o seu cliente e o que esse cliente quer quando visita as lojas físicas e online. H&M só há uma, Zara também – e ainda bem.

Suecas invadem retalho

Depois da dupla investida da H&M no centro de Londres, com a abertura de lojas da Weekday e da recém-nascida Arket, os consumidores britânicos mostram estar cada vez mais rendidos à estética escandinava – e não são os únicos. O estilo “Scandi” tem vindo a dominar o retalho europeu.

Geração Z acelera retalho chinês

A geração Z tem vindo a fomentar novas tendências de consumo na China, com as compras por impulso e a busca pela gratificação instantânea a orientarem os comportamentos de compra dos consumidores mais jovens.

Mango ataca em todas as frentes

Em 2016, a retalhista espanhola Mango vendeu 2.260 milhões de euros e alcançou um EBITDA de 77 milhões de euros. As vendas online cresceram 25,6%, atingindo os 294 milhões de euros e representando já 13% da faturação total. As linhas Man, Kids e Violeta respondem atualmente por 17,6% do volume de negócios da Mango, que no ano passado inaugurou 24 megastores.

As metamorfoses do retalho

Nos últimos meses, a inovação no retalho mereceu vários capítulos. Os leitores puderam conhecer o estado da arte em matérias como a automação e robótica – e, também, o que isso poderá implicar em termos de emprego. Os grandes armazéns estão em sofrimento enquanto as cadeias de desconto e as alternativas online prosperam, mas os consumidores continuam a preferir os espaços físicos.

A solidez dos pilares Inditex

No passado dia 18 de julho, Pablo Isla, presidente do grupo Inditex, destacou a estratégia de crescimento sustentável como fator-chave para o futuro da maior retalhista de vestuário do mundo, atualmente focada na economia circular, no capital humano e na proteção do meio ambiente.

Compras sem barreiras

Drones, realidade aumentada e virtual e inteligência artificial são algumas das tecnologias que vão revolucionar o retalho e a forma como os consumidores compram.

H&M vai de férias em alta

A gigante sueca Hennes & Mauritz registou novo crescimento das vendas em junho, mas adiantou que, entretanto, vai deixar de divulgar resultados mensais em favor da agenda trimestral do mercado de capitais, publicando informações mais detalhadas sobre a atualidade do negócio.

Mais vistas