Os senhores dos anéis

Nº 214 | Fevereiro 2017
Nos últimos anos, o sector da fiação em Portugal reemergiu com novo ímpeto. Paulo Melo, Rui Almeida, Luís Guimarães, Rui Martins, Artur Soutinho, Fátima Antunes e Carla Freitas estão a fazer novas apostas nas fiações que lideram e a posicionar Portugal como uma referência no sector.
Download da capa do Jornal Têxtil exclusiva a assinantes
Para fazer download, inicie sessão ou assine já através do registo.



Com apenas alguns anos de atividade ou já com uma posição de décadas no mercado, as fiações portuguesas estão a assumir um maior relevo no tecido industrial nacional e há novos investimentos a dinamizar o sector. Somelos Mix, JF Almeida, Polopique, Inovafil, Tearfil, Filasa e Fiação da Graça revelam na edição de fevereiro do Jornal Têxtil as suas mais recentes apostas e as perspetivas de evolução deste sector em Portugal.

Em evolução está igualmente a Campos & Campos. A empresa produtora de meias tem em curso um investimento de 11 milhões de euros para aumentar ainda mais a competitividade do negócio. Um projeto que inclui ainda a aposta na marca própria Silver Clean, como revela, em entrevista, o CEO da empresa, Miguel Campos.

Já na Rorene, os olhos estão postos na internacionalização, com a empresa familiar a marcar presença pela primeira vez na Premiére Vision Manufacturing. Um primeiro passo em direção a uma nova estratégia, que passa igualmente pela diversificação de clientes.

Um projeto semelhante de conquista de mercados internacionais, mas na área dos tecidos, está a ser desenvolvido pela Teias de Lona. Apesar de contar com apenas quatro anos de história, a empresa está a usar um know-how ancestral, com a utilização de teares de lançadeira na produção de lonas e selvedge que estão a despertar curiosidade, e também negócios, além-fronteiras.

Nesta edição do Jornal Têxtil, descubra também a loja de Júlio e Inês Torcato, no Porto, inaugurada no passado dia 21 de janeiro. Um sonho antigo tornado realidade, onde os clientes podem mergulhar no espírito de cada uma das marcas, que estão ainda a preparar novos voos.

Fazemos ainda um périplo pelas feiras, numa viagem que começa com os bons resultados da Heimtextil, a maior feira europeia de têxteis-lar, à qual nem o Ministro da Economia quis faltar, e acaba com a antevisão da Première Vision Paris, onde os tecidos portugueses estão em destaque. Pelo meio, acompanhamos os primeiros passos do projeto 100% Internacional, promovido pelo CENIT, que começou na Pitti Bimbo e tem ainda paragens obrigatórias em Paris e Las Vegas.

Espreite ainda o suplemento Máquinas de Futuro, com as novidades de empresas como a Mind, Lectra, Tajiservi, Bejimac, Stäubli e Infos, e os números da conjuntura e do comércio externo.

Uma edição recheada de boas notícias para a indústria têxtil e vestuário e com a informação que faz a diferença no seu negócio. Se ainda não é assinante, não perca mais tempo e faça já a sua subscrição do Jornal Têxtil (aqui).