Início Notícias Têxtil

O negócio da moda

Fora das luzes da ribalta da passerelle, os designers de moda portugueses estão a investir, cada vez mais, no negócio. Com recurso a lojas próprias, projetos paralelos, expansão internacional e uma grande dose de dedicação e paixão, são várias as estratégias para conseguir fazer da moda um modo de vida.

No seguimento da intervenção no desfile de Dino Alves na ModaLisboa, o Jornal Têxtil foi questionar os designers de moda sobre a situação do consumo de moda de autor em Portugal e as estratégias que cada um está a usar para desenvolver, e viver, (d)o seu negócio. Dino Alves, Luís Carvalho, Diogo Miranda, Alexandra Moura, Manuel Alves, da dupla Alves/Gonçalves, Katty Xiomara, Luís Buchinho e Anabela Baldaque, entre outros, contam os desafios, as oportunidades e os projetos traçados para implementar as suas marcas no mercado.

De pedra e cal no mercado está a Fateba, que há 70 anos é uma referência na roupa de mesa. A empresa fundada em 1947 aposta todos os seus trunfos na qualidade, quer com a marca própria, quer na produção em private label, e é com isso que tem crescido sustentadamente, como revela, em entrevista, o diretor comercial António Leite, que ao longo de quase quatro décadas tem acompanhado o percurso da empresa. Para este ano, há novos projetos de investimento em maquinaria e a vontade de superar os bons resultados de 2016.

Com o primeiro trimestre do ano para trás, de resto, as empresas portuguesas continuam a demonstrar um grande dinamismo e são muitos os projetos de investimento, expansão e internacionalização em curso. Lipaco, Trimalhas, Cotex, Goucam, Malhas Ribeiro & Silva, Sidónios Seamless, A. Fiúza e Bevip Gold são alguns dos protagonistas desta edição de abril do Jornal Têxtil, imbuídos de um dinamismo que promete levar o sector ainda mais longe.

Mais longe quer também chegar a Kinematix, uma empresa portuguesa que desenvolveu um wearable para corrida e está a começar o processo de comercialização internacional.

E por falar em inovação, é algo que não vai faltar na próxima edição da Techtextil, onde estarão 25 expositores portugueses, entre os quais a Sedacor, Tintex, Inovafil e Foot by Foot, que nesta edição levantam o véu sobre as suas novas ofertas.

Neste Jornal Têxtil fazemos também o balanço da mais recente edição do recordista salão Apparel Sourcing Paris, apresentamos as tendências de activewear da Creora para o outono-inverno 2018, revelamos as previsões para a produção e preço do algodão e damos conta dos números que marcam o sector, com as nossas páginas da Conjuntura.

Aproveite ainda para espreitar o imperdível suplemento dedicado às fibras, onde a Trevira, a Creora, a Outlast e a Lenzing revelam algumas das mais inovadoras propostas para dar mais fibra ao seu negócio.

Se ainda não recebe o Jornal Têxtil na sua empresa ou em sua casa, não perca mais tempo e faça já a sua subscrição (aqui) para garantir, mensalmente, o seu exemplar do único jornal que há 20 anos acompanha a indústria têxtil e vestuário.