Marcas portuguesas desfilam na Pitti Bimbo

Seis insígnias nacionais de moda infantil vão subir, na sexta-feira, à passerelle do salão de Florença com as propostas para a primavera-verão 2020, numa iniciativa do CENIT. A presença lusa no mais conceituado certame internacional dedicado ao universo dos mais pequenos é, contudo, mais vasta, com um total de 26 marcas.

Incontinência com os dias contados

Para substituir os produtos habituais usados na incontinência, vocacionados para recolher e conter a urina, uma equipa de investigadores e designers está a desenvolver um dispositivo wearable que avisa a pessoa de que precisa de ir à casa de banho.
É um momento novo para a moda portuguesa. A Semana de Moda Masculina de Paris foi invadida pelo vestuário, calçado, joalharia e lifestyle “made in Portugal”. Da apresentação de Hugo Costa ao Showcase ModaPortugal, a moda nacional tomou de assalto Paris.

Revista de Imprensa

Vídeo do dia

LES PORTUGAIS

video

Breves

Algodão sob pressão

A guerra comercial entre os EUA e a China está a provocar uma queda dos preços do algodão e a alimentar a instabilidade no mercado, numa altura em que a produção ainda se encontra em crescimento mas prevê-se uma retração do consumo provocada pelo abrandamento da economia mundial.
Apesar das medidas governamentais no combate às embalagens e aos plásticos descartáveis, a indústria petroquímica está em crescimento. O Japão, que acolhe a cimeira do G20 no final deste mês, quer ser um dos pioneiros na luta contra os plásticos.

Browns recria conceito de luxo

A clássica boutique londrina, que foi adquirida há quatro anos pela retalhista de moda digital Farfetch, vai fechar as portas da sua flagship na capital britânica, para dar lugar a um novo espaço, não muito longe do original, no verão de 2020, que promete ser uma visão do futuro da moda de luxo.

Os consumidores de 2021 – Parte 2

Criar novos mercados ou responder a necessidades de grupos menos representados, como os portadores de deficiência, e a desconfiança em relação à tecnologia e aos dados fazem parte das características de dois dos grupos de consumidores que marcas e retalhistas terão de ter em conta em 2021.
Longe ainda do futuro de ficção científica imaginado há algumas décadas, a tecnologia e a evolução económica e social das diferentes regiões vão afetar a forma como as pessoas comprarão em 2021. Compressionalists, Kindness Keepers, Market Makers e Cyber Cynics são os quatro perfis de consumidores que se destacam.

Mais Notícias

compete-2020-feder