Sem Macaquinhos no sótão

…mas com eles no guarda-roupa. A marca de vestuário infantil nasceu pelas mãos de uma jornalista que, na verdade, pode ser vista como exploradora do reino animal – onde descobre os padrões originais das peças da Macaquinhos.

Têxteis para automóvel em mudança

O crescimento do mercado de veículos elétricos está a alterar as regras do jogo para os produtores de têxteis para a indústria automóvel. Uma mudança que traz vantagens mas também desafios para as empresas vocacionadas para os têxteis técnicos, que se terão de preparar para se manterem competitivas.

Expor o sucesso

A participação em certames internacionais é uma realidade para as empresas portuguesas da ITV, que procuram diferenciar-se na forma como se apresentam aos mercados. Revele as soluções de design e construção de stands ou showrooms no suplemento “Expor o sucesso”.

Revista de Imprensa

Vídeo do dia

LES PORTUGAIS

video

Breves

O novo luxo nipónico

Com a recente retoma económica a alavancar os gastos no mercado de luxo nipónico – o segundo maior do mundo –, quais as estratégias a adotar, entre o retalho tradicional e a proposta online, para capitalizar esse impulso?
A partir do estado norte-americano da Carolina do Norte, outrora importante centro de têxteis e vestuário, têm sido enviados sinais contraditórios aos analistas – relatando o nascimento e a morte de investimentos na indústria.

Novas gerações, velho algodão

A mudança de interesses e preferências entre os consumidores mais jovens tem vindo a colocar novos desafios à indústria do algodão. À medida que os membros das gerações milénio e Z se transformam em consumidores de pleno direito, as empresas vão precisar de estar atentas às suas exigências.

Marcas com pés para andar

A Bo-Bell nasceu em 2001 e há dois anos que divide casa com a sua irmã mais nova, a Pikitri. Suportadas por um know-how acumulado em mais de 20 anos na industria, ambas as marcas se dedicam ao calçado infantil, mas com diferentes estratégias de mercado.
A idade do consumidor deixou de ser considerada na definição de público-alvo. Os seus interesses, por outro lado, são cruciais. O relatório “Future-proofing Your Brand” mostra que, para se manterem relevantes, as marcas de moda devem esquecer os pressupostos do marketing tradicional.

Mais Notícias

compete-2020-feder