Designers europeus à descoberta da ITV lusa

Recém-chegados a Portugal, eleito Melhor Destino Turístico do Mundo, os 33 candidatos de 14 escolas de moda que por estes dias participam na Fashion Design Competition, organizada pelo CENIT, iniciaram hoje o conta-quilómetros com as visitas à Calvelex e à Polopique.

António: nome de homem, bolsas para os dois

A marca de acessórios nasceu no seio da empresa familiar António e Mateus, que há 35 anos acumula know-how em marroquinaria. No salto do private label para a marca própria, começou a escrever-se a António – a handmade story, histórias para ler aquém e além-fronteiras.
A gestão da informação é hoje crucial para as empresas da ITV, constituindo uma mais-valia indispensável para a sua competitividade global. Os serviços de consultoria neste âmbito são, por isso, cada vez mais procurados e o “Guia das empresas” é o meio certo para informar a fileira moda da sua oferta nesta área.

Revista de Imprensa

Vídeo do dia

LES PORTUGAIS

video

Breves

Por e para onde vai o consumidor chinês?

Em 2018, os analistas preveem que os consumidores do Império do Meio adotem a inteligência artificial, procurem vias alternativas para lidar com o stress social, redescubram a medicina tradicional chinesa e se destaquem pelo individualismo e pela lealdade a marcas “amigas” de dispositivos móveis.
A marca francesa que tem o leme artístico nas mãos do português Felipe Oliveira Baptista tem vindo a agitar as águas da moda, num esforço para se reposicionar no mercado, adaptar-se a uma paisagem de retalho em constante mutação e apelar ao guarda-roupa dos millennials.

40 milhões: o número da escravatura moderna

De acordo com os últimos dados relevados, mais de 40 milhões de pessoas terão sido vítimas de escravatura moderna em 2016. A este número juntam-se os 152 milhões de crianças sujeitas a trabalho infantil no ano passado.

1D-Neon vê televisão nos fios

O projeto europeu 1D-Neon, que conta com o know-how dos investigadores do CeNTI e o envolvimento das gigantes Philips e LG, está a estudar a incorporação de dispositivos eletrónicos em fios têxteis, abrindo as portas a que o ecrã de televisão do futuro seja tecido ou tricotado.
Fundada em 1997, a JPS Home & Textile apostou na criatividade e desenvolvimento de produto para garantir a continuidade do negócio e a satisfação dos clientes, num crescimento moderado mas sustentado que a levou da simples comercialização para o desenvolvimento de coleções próprias de têxteis-lar para a cozinha.

Mais Notícias

compete-2020-feder