O selo de qualidade da JOF

É uma debutante na lista de expositores dos salões da especialidade, tem idade menor e um efetivo de 15 pessoas. Porém, olhando para a carteira de clientes da JOF, ninguém diria. A especialista em etiquetas em pele natural e sintética dá-se com os pesos-pesado da indústria e tem ambições de gigante.

Inditex capitaliza vendas online

O maior grupo de retalho de moda continua sem dar sinais de abrandamento e, além do aumento das vendas no geral, tem aproveitado o comércio eletrónico para crescer. Os números mais recentes dão conta de um incremento do negócio online da Inditex superior a 35% no último ano fiscal.
Afinal, o ano letivo não arrancou a 19 de setembro, mas ontem, na passerelle do projeto Bloom do Portugal Fashion. Seis escolas e oito designers emergentes tiveram um primeiro dia de aulas diferente, que os convidou a uma viagem de elétrico.

Revista de Imprensa

Vídeo do dia

LES PORTUGAIS

video

Breves

Bangladesh ameaça domínio chinês

O Bangladesh pode ultrapassar a China e tornar-se no maior fornecedor de vestuário da UE em 2020, graças a uma conjugação de preços competitivos e entrada sem taxas no mercado europeu.
Com capacidade para resistir às nódoas, aos líquidos e ao óleo, o mercado de vestuário com características funcionais, usado sobretudo em áreas como a medicina e a indústria, está em trajetória ascendente e, apesar da pressão para encontrar químicos mais sustentáveis, deverá continuar a prosperar no futuro.

Robots chegam mais longe

A Grabit, uma startup de robótica, faz máquinas que podem produzir até 20 vezes mais rápido do que os humanos. Além da rapidez, destaca-se a capacidade de fazer o que até agora estava limitado à mão de obra de “carne e osso”, graças a uma tecnologia que usa eletricidade estática e que está já a ser usada pela Nike.

A viagem promissora da Baby Gi

Sónia Brito e Alfredo Moreira partilham, com o Portugal Têxtil, a história da marca Baby Gi, que se escreve no sentido oposto ao convencional. O projeto nasceu em 2016, fruto dos anos de experiência no ensino da professora Sónia Brito e dos conhecimentos técnicos do engenheiro Alfredo Moreira que, à primeira vista, nada traçam em comum com o têxtil.
O segmento automóvel está a ocupar uma parte cada vez mais significativa da produção da Carlom, sendo já responsável por 50% das vendas da empresa produtora de tecidos e malhas de alta performance.

Mais Notícias

compete-2020-feder