Início Arquivo

15 milhões para ITVC

Foi durante a 52ª edição da Semana Internacional de Moda de Madrid – SIMM – que a Secretária de Estado do Comércio, Indústria e Turismo, Graça Proença de Carvalho, garantiu o financiamento de 15 milhões de euros para a indústria nacional, sendo que 10 milhões revertem a favor da indústria têxtil e do vestuário e cinco milhões para o calçado. Este apoio insere-se no âmbito do Projecto Dínamo, cujos eixos de intervenção passam pela imagem e internacionalização das marcas nacionais, inovação e recursos humanos, pretendendo dar valor acrescentado ao sector têxtil e do vestuário e calçado, de forma a conseguir uma maior competitividade num mercado que vai ser liberalizado e onde a concorrência vai ser forte.

 

O objectivo do Governo é incentivar as empresas e as marcas, de forma a que consigam um melhor posicionamento no mercado, através de «iniciativas para a promoção externa, tendo já sido aprovada a presença portuguesa em cerca de 50 feiras por ano», referiu a secretária de Estado. Graça Proença de Carvalho explicou ainda que a internacionalização passa pelos mercados europeu e asiático, sendo que o sector do calçado irá investir estrategicamente em Espanha, França, Itália, Alemanha, Rússia, Polónia, Emiratos Árabes Unidos, China e Estados Unidos da América.

 

Por seu lado, Antas Teles do Icep afirmou terem-se associado à ANIVEC para «pôr em contacto estilistas e indústria de forma a que se criem unidades de negócio que promovam Portugal». Para o responsável do Icep, a Indústria Têxtil e de Vestuário, é um sector particularmente sensível, no que se refere ao impacto das marcas, possuindo mesmo, o «maior número de empresas certificadas e reconhecidas em Espanha». Apesar deste ser um projecto, relativamente recente, a presença portuguesa na SIMM, ronda já a meia centena de empresas, sendo que há muitas mais a quererem participar, dado que «as que estiveram presentes nos anos anteriores, já sentiram o retorno desta visibilidade», acrescenta.

 

Por seu lado, a ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários -, também se associou à ANIVEC/APIV – Associação Nacional da Indústria e Confecção, para marcar presença em Madrid, investindo cerca de 150 mil euros e organizando quatro desfiles diários. «Este não é um evento Portugal Fashion, é uma associação à ANIVEC, de forma a criar condições para reunir empresas a criadores», esclarece Paulo Ribeiro Lemos, vice-presidente da ANJE. «Aceitámos o desafio, porque uma feira como esta é o espaço preferencial para cumprirmos os objectivos da marca Portugal Fashion», acrescenta. 

De 27 a 29 de Agosto dez marcas masculinas e nove femininas estiveram presentes com a ANIVEC na Semana Internacional de Moda de Madrid, apresentando as colecções Primavera/Verão 2005. Carlo Visconti, Diniz & Cruz, Dunil, Grasil, Pietrinni, Pierlorenzo, Oxford, Dielmar, D’Assenta, Soporcol, Christina Félix, Lamia, Concreto, Feel Fine, Manuela Bastos, Diparra, Onara, Nortada, Tiagu’s, Peter Murray, Xiomar, Kispo, Lanidor e Jotex mostraram ao mercado espanhol o que de bom se faz em Portugal, conquistando o seu lugar numa das principais feiras espanholas.