Início Arquivo

7 dias de moda em Milão

Após a polémica gerada em torno da Semana de Moda de Milão, na apresentação das tendências para a estação de Outono/Inverno 2010-2011, a Camera Nazionale Della Moda Italiana reuniu-se com as principais marcas do país transalpino para reorganizar a mais importante semana de moda italiana. O resultado deste encontro, coordenado por Mario Boselli, presidente da entidade, foi a deliberação pela realização dos diferentes desfiles separados ao longo de uma semana. As apresentações terão lugar entre os dias 22 e 28 de Setembro. Esta decisão foi bastante aplaudida e apoiada por marcas italianas de renome, como a Prada e Giorgio Armani. «Estou bastante feliz em ver que meu apelo foi bem recebido. Chegou a hora de analisar seriamente o calendário em torno de como funciona todo o sistema da indústria. Isso também mostra que os italianos são perfeitamente capazes de melhorar o que o mundo reconhece como uma herança criativa rica e inimitável», afirmou Giorgio Armani. Uma mudança significativa tendo em conta a última edição do certame, na qual algumas marcas presentes no line-up decidiram alterar as suas datas para que Anna Wintour, directora da Vogue americana, pudesse assistir aos seus desfiles, o que resultou que o evento inicialmente previsto para quatro dias se reduzisse a três (ver O poder Wintour). «É fundamental que a moda italiana tenha a força que sempre teve. O regresso a sete dias de desfiles é um passo importante para que este evento volte a ganhar a credibilidade de outros tempos, independentemente de receios ou polémicas», concluiu Patrizio Bertelli, presidente do grupo Prada.