Início Notícias Marcas

A marca que veste os chefs portugueses

José Avillez, Henrique Sá Pessoa e Tiago Bonito são alguns dos chefs portugueses vestidos pela Prochef. A especialista em fardamento e acessórios para cozinha, restauração e hotelaria aposta na personalização, inovação e qualidade do produto para chegar aos mais bem-conceituados nomes nacionais dos sectores onde atua.

José Avillez

«A imagem distintiva de cada profissional é essencial e a nossa capacidade de personalizar individualmente cada farda é, sem dúvida, uma das nossas mais-valias», afirma Orquídea Silva, diretora-geral da marca criada há 13 anos.

Orquídea Silva

Com sede em Vila de Conde, a Prochef aposta na ideia de que cada farda é uma marca distintiva do chef que a enverga e parte integrante de toda uma imagem que o faz reconhecido entre os pares.

Atualmente, com uma loja na Póvoa de Varzim, inaugurada em 2014, a Prochef possui um efetivo de 22 trabalhadores, tem fábrica própria e parceria com duas unidades de confeção, fazendo parte do Grupo Prochef.

A especialista em fardamento e acessórios para chefs de cozinha, restauração e hotelaria apresenta fardas antilixívia e antibacterianas, além de ambientalmente sustentáveis, dado que não possuem agentes tóxicos na sua composição, garante a marca.

Henrique Sá Pessoa

A Prochef assegura ainda a criação de modelos com características únicas e personalizadas à temática que o cliente pretende. «O design, o corte, o conforto, a qualidade, a resistência dos tecidos e a exclusividade são fatores distintivos das nossas coleções. São mais-valias que os chefs apreciam e valorizam. As nossas fardas fazem como que os profissionais se sintam únicos e isso transmite-lhes confiança no seu dia-a-dia», explica Orquídea Silva ao Portugal Têxtil.

Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Tiago Bonito, António Vieira (Restaurante Wish), Helder Martins, Hugo Silva (Convento dos Espinheiros), Rui Martins (Grupo Pestana) e Miguel Mesquita (vencedor do programa Guerra dos Pratos no canal Fox) são alguns dos nomes que vestem a marca, cujas fardas «são mais do que simples equipamentos de trabalho», garante a diretora-geral da Prochef.

Envolver os chefs nas coleções

Ao longo dos últimos anos, a Prochef tem lançado as suas coleções em eventos que envolvem chefs de cozinha nacionais, como, em 2010, com a iniciativa “20 por uma Linha”, onde reuniu 20 chefs portugueses para apresentar a sua coleção “Montanha”, com dois dias de atividades radicais em Vieira do Minho.

Em 2013, a marca levou 31 chefs nacionais para a ilha da Madeira, para desvendarem a coleção “Mar”. Mais recentemente, a Prochef tem apostado no canal digital, nomeadamente através do lançamento de uma nova plataforma em 2016 e de um novo catálogo online em 2017.

Além da marca epónima, o Grupo Prochef, fundado em 2001, disponibiliza serviços na área do agenciamento e criação de eventos com os chefs parceiros, através da Prochef Agency.