Início Arquivo

A moda 24h por dia na sua televisão

A moda é uma indústria gigantesca, que chega até ao grande público pela publicidade, pelas revistas e pela televisão. E existe um canal exclusivamente dedicado à moda, o Fashion TV, disponível para os clientes TV Cabo, um canal que é visto por todas as classes etárias e sociais. Para além de entrar na casa dos particulares o Fashion TV ainda passa nos ecrãs sempre ligados de 100 mil lugares públicos autorizados, como cabeleireiros, bares, lojas, hotéis, clubes, boates… Passa moda e mulheres bonitas, ou mulheres bonitas e moda, dependendo das prioridades de cada um. Mas afinal, quem está por detrás deste canal? Onde está o negócio?. No lançamento do canal a primeira questão que se colocava era, se haveria público suficiente para assistir a um canal de moda 24 horas por dia, e esta pergunta teve uma resposta avassaladora: 500 milhões de pessoas são muito mais espectadores, um número que canais culturais como História, Vida Animal, Saúde, não atingem nem de perto. Uma outra dúvida ainda persiste: qual a utilidade deste constante desfile de egos vestidos ou despidos segundo «o último grito da moda». O que é que acham os profissionais? Isabel Escaja, editora de moda da «Cosmopolitan», não considera que o Fashion TV seja uma boa fonte de informação já que recebem as informações de fontes mais directas, como as fotos dos costureiros, por exemplo. E a verdade é que as editoras não podem esperar que as colecções sejam apresentadas na televisão, as editoras de moda precisam de conhecer as colecções antes de estas serem apresentadas ao público. Mas, outros profissionais, tal como costureiros, têm opinião diferente. Ana Salazar diz que ver o que os outros fazem é sempre útil, já que o canal de televisão dá-lhe uma boa ideia das colecções dos restantes designers. E para além disso traz algumas vantagens comerciais já que ao serem apresentadas as colecções dos estilistas, muitos clientes acabam por fazer a compra de muitos dos modelos que passam nas passarelas televisivas do Fashion TV. E o melhor de tudo isto é que os criadores não pagam por esta “publicidade” extra. Os operadores da Fashion TV aparecem nos desfiles, fazem a edição como lhes convém e depois põem no ar quando lhes apetece. Até os próprios lojistas são confrontados muitas vezes com pedidos por parte dos clientes, de peças de roupa que viram no Fashion TV. Este canal é da preferência de diversos estabelecimentos de diversão como os bares, não só porque lhes proporciona boa música-ambiente e um visual agradável a todas as horas. Talvez por saber isto é que a empresa, cuja sede é em Paris, começou a comercializar uma espécie de «franchise» de bares e cabeleireiros FashionTV, que vão desde peças de decoração, T-shirts, autocolantes com o logo do diamante, etc. O canal televisivo, que também conta com um site na internet, não tem publicidade o que nos leva a pensar se a venda de merchandise e o pagamento de alguns criadores menos conhecidos para usufruírem da possibilidade de aparecer no canal, são o suficiente para tornar rentável este “media da moda”.