A nova metrópole da moda

Desigual, Xti, Mustang, Gioseppo, Coolway, Chk10, Victoria, Callaghan, Mephisto, Vidorreta, Gaimo, Pertini, Lola Cruz, Cressy, Hispanitas, Robert Clergerie, Piedelli, Guanflex, Mayoral, Puntotres, Amarillo Limón, Cantallops 1897, Cordon, Best Mountain, Charo Ruiz Ibiza, El Armario de Lulu, Lauren Vidal, Vilagallo, Strena, Noa Noa, Laga, Pause Café e Almatrichi são algumas das marcas europeias que estarão presentes na estreia do novo salão de moda madrileno. Portugal destaca-se na capital espanhola por ser um dos países com maior representação neste espaço comercial. Scripta Code, Iodo Jeans, Eugénio & Gonçalo, Blackspider, Givec, Ferreira de Melo, J.P. Barbosa Matos, Marcial Martins & Irmãos Lda, Paula Alexandra Ribeiro S.L. Oliveira e Ramos & Ramos são as empresas de vestuário que se juntarão às de calçado Cindicalfe, Daniela & Fernandes, Jefar, Jonil, Lucilia Vieira & Lima, Planitoi e Portocouro para apresentar as propostas para a primavera/verão 2014. «Estamos bastantes confiantes neste novo certame. Já fazíamos a SIMM e era um evento que nos trazia bastante retorno, não só em termos de contatos como também em negócios. Agora estamos com fortes expectativas face à junção dos salões que seguramente vai gerar uma nova dinâmica a Madrid», revela Alexandrine Cadilhe, diretora de imagem e comunicação da Scripta Code. Pela primeira vez num certame internacional como expositor, a Eugénio & Gonçalo leva na bagagem as propostas 100% nacionais da marca Guimanos com o objetivo de crescer no mercado global. «Temos bastantes clientes em Espanha e, por isso, andávamos a estudar a hipótese de fazer uma feira neste mercado. Esta foi sem dúvida a melhor altura para o concretizar, uma vez que a marca alargou recentemente a sua gama de produtos, oferecendo agora aos seus clientes calçado da marca», justifica o diretor comercial Rui Teixeira. Durante a realização do Momd está previsto um conjunto de ações paralelas que incluem exposições, concursos e workshops, entre as quais se destacam um debate sobre o futuro do retalho e a apresentação das tendências para a estação estival do próximo ano proferidas por Isabel Mesa, directora do portal Word Global Style Network (WGSN). Segundo o diretor da nova feira, Francesco Malatesta, a Momad Metrópolis pretende ser um evento à escala mundial. «Queremos que Madrid seja a capital da moda durante os dias de realização da feira e que esta esteja ligada com toda a cidade. A moda hoje não é só vestuário ou calçado, pressupõe restaurantes, bares, lojas de rua. A moda é lifestyle», conclui Malatesta.