Início Arquivo

A qualidade sempre na linha

"Em primeiro a qualidade, e sempre a qualidade" parece ser o lema adoptado pela Lipaco. Ao longo de quase 20 anos, esta filosofia permitiu que o pequeno negócio familiar se transformasse num case study deste sector têxtil algo desconhecido, em que a linha mestra foi a qualidade de processos, produtos e serviços e o ponto final a certificação para a gestão da qualidade (NP EN ISO 9001:2000), do ambiente (ISO 14001:2004) e da saúde e segurança no trabalho (OHSAS 18001: 1999). «Adoptámos o sistema integrado das três áreas Qualidade, Ambiente e Saúde e Segurança, algo pioneiro neste sector de actividade, tanto a nível nacional como internacional, porque nos preocupamos com preservação do meio ambiente e bem-estar dos nossos colaboradores e porque queremos traçar um caminho de excelência num mundo em crescente competitividade», afirma o sócio-gerente Jorge Pereira. A diversidade da sua gama de produtos, que inclui poliésteres fiados e texturizados, corespun de poliéster e de poliéster/algodão, poliamida e algodão, entre outros, é outro dos seus trunfos no jogo da competitividade. «Nos últimos anos, procurámos especializar-nos nos produtos de valor acrescentado, abarcando todos os segmentos têxteis», sublinha. Esta panóplia de produtos, todos comercializados sob marcas próprias, tem também proporcionado uma forte expansão além-fronteiras. Hoje, a exportação representa já 20% do seu volume de negócios, tendo como principais mercados internacionais Espanha e os países do Magreb. «Procuramos manter um vasto leque de clientes, no mínimo 350, com uma grande diversidade de áreas, para fazer face às constantes oscilações do mercado», declara. Deste modo, o seu sucesso sustenta-se no trinómio: diversidade de produtos, de marcas e de clientes. Jorge Pereira lamenta, todavia, a falta de espírito de cooperação no sector das linhas e fios para costura. «A concorrência, em especial no mercado nacional, é muito feroz e nem sempre leal», revela. Para responder às crescentes exigências do mercado, a Lipaco investiu recentemente cerca de 150 mil Euros nas áreas de controlo da qualidade, informática e produção, encontrando-se «na fase final de automatização dos seus processos», tal como explica Jorge Pereira. «Actualmente, estamos a privilegiar o investimento nas tecnologias de informação, numa parceria com a Microsoft, que nos permitirá aumentar a eficiência e facilitar a comunicação». No entanto, para 2007, ano em que festeja o seu 20º aniversário, prevê um novo investimento de cerca de 250 mil Euros, na ampliação e reestruturação das suas instalações e na conclusão da renovação do seu equipamento produtivo. Num sector em profunda mudança, Jorge Pereira reconhece que «para continuar a crescer é essencial a manutenção da confiança dos nossos colaboradores e transmitir essa mesma confiança aos nossos clientes». Pensar globalmente e actuar localmente é a filosofia desta empresa que tem como objectivos primordiais «liderar o mercado e promover uma imagem de marca diferenciada», conclui o sócio-gerente da Lipaco.