Início Notícias Têxtil

A visão da TMG Automotive

O interior do carro é cada vez mais importante, tendo em conta que condutores e passageiros passam muitas horas por dia no seu interior. Isabel Furtado, CEO da TMG Automotive, acredita que o futuro do sector passa por uma mobilidade partilhada, condução autónoma e por carros que são uma extensão do quotidiano do seu proprietário.

«Vamos ter muitas megacidades de mais de 10 milhões de pessoas. Em 2030 serão 41 e temos que pensar que muitos carros irão entrar na cidade. Este tipo de evolução será sobretudo no Leste, onde o crescimento irá ocorrer», afirmou Isabel Furtado, durante a sua intervenção na iTechStyle Summit’18 (ver As megatendências do negócio têxtil). Ainda que os países em desenvolvimento assistam, provavelmente, a um aumento do número de automóveis em circulação nas estradas, paradoxalmente, as metas de redução de emissões são cada vez mais restritivas, pelo menos nas regiões mais ricas.

«As pessoas estão preocupadas com o ambiente. Em 2050, a meta de zero emissões terá que ser conseguida», sublinhou a CEO da TMG Automotive. E, para chegar a este compromisso, os veículos elétricos são encarados como fundamentais, mas nem sempre esta solução é assim tão simples. «O carregamento de carros demora oito horas e se estiver toda a gente a carregar à noite, isso será um problema», apontou.

Além disso, alertou Isabel Furtado, as baterias são caras e poluentes, ou seja, nem sempre compensa em termos ambientais. De igual forma, é preciso incluir na equação o que pretendem as novas gerações. «Quando falamos de mobilidade partilhada temos que ter em conta o que os jovens querem. Já não é ter um carro nem um apartamento. Querem uma mobilidade customizada», explicou Isabel Furtado.

Mas há mais desafios. «Vamos conduzir ou ser conduzidos? Posso estar no carro a trabalhar, ligada a casa. Na semana passada, um dos nossos engenheiros estava a desligar a máquina de lavar pelo telemóvel», contou a empresária.

Isabel Furtado referiu ainda que «o carro tem que ser mais como a casa e o escritório e ser visto de dentro para fora, com materiais inteligentes, que incluem painéis transparentes, integrados», feitos de materiais que se limpam automaticamente e duram mais tempo.

«A TMG Automotive está a trabalhar nisto, em superfícies inteligentes, sem quebras», revelou a CEO. Estas características são importantes para o car sharing, que precisa de carros resistentes à abrasão.