Início Arquivo

Abrandamento na economia portuguesa continua

A economia portuguesa tem andado a passo lento nos primeiros três meses deste ano, é o que mostra a síntese de conjuntura ontem divulgada pelo Banco de Portugal. É o quarto trimestre consecutivo de abrandamento. A síntese revela que o consumo das famílias e o investimento em construção e transportes continua em desaceleração e confirma “uma moderação do crescimento da procura externa”, cita o Diário de Notícias. Tendo na mão os dados do Instituto Nacional da Estatística, Pina Moura afirmou ontem que as exportações, para fora da Zona Euro, aumentaram 16.0 % nos primeiros três meses do ano. Para Pina Moura, estes dados confirmam “uma alteração no perfil de crescimento da economia”, apesar de o comércio com os países terceiros não representar mais que 20 % do total das exportações. Mas o ministro vai mais longe e volta a classificar o “arrefecimento da economia” como “necessário”, em conformidade com o padrão de crescimento “mais baseado nas exportações”. De acordo com Pina Moura, o objectivo é travar o consumo e a inflação.