Início Arquivo

Acções da Inditex amanhã na Bolsa

A Inditex vai realizar amanhã, dia 23, a muito aguardada OPV- Oferta Pública de Venda, dispersando 26,09% do seu capital na Bolsa de Madrid, depois de efectuada a OPI- Oferta Pública Inicial na passada segunda-feira. A Inditex fixou as acções do grupo ao preço de 14.70 euros cada, cerca de 2.380 escudos, noticia a agência Reuters. O retalhista espanhol prevê assim bater o recorde nacional de vendas no mercado de acções. “Esta foi a oferta com mais excesso de subscrições da história económica espanhola”, confirmaram os responsáveis da Inditex à Reuters. A Inditex , que detém as cadeias de lojas Zara (responsável por 80% das receitas do grupo), Pull&Bear, Massimo Dutti, Bershka e Stradivarius, atingiu as 1080 lojas no anterior exercício económico, ao ritmo de uma inauguração de uma loja em cada dois dias. O valor da Inditex atinge já os 9.16 biliões de euros, 1.86 mil milhões de contos. De acordo com os dados avançados pela Inditex, a procura de acções excedeu em larga medida a oferta. Assim, o total de mais de 55 milhões de acções destinadas aos investidores institucionais internacionais verificou uma procura 53 vezes superior à oferta. Os 18.35 milhões de acções colocadas à disposição dos investidores institucionais espanhóis verificaram uma procura 30 vezes superior e os 66.56 milhões de acções postas à venda para os investidores retalhistas uma procura 5.6 vezes superior. A Inditex , que detém as cadeias de lojas Zara, Pull&Bear, Massimo Dutti, Breska e Stradivarius, tem sido colocada pelos analistas do sector na mesma liga europeia onde joga o G8 do retalho: Marks & Spencer e Hennes & Mauritz. O valor da Inditex atinge já os 9.16 biliões de euros, 1.832 biliões de escudos. De acordo com os dados avançados pela Inditex, a procura de acções excedeu em larga medida a oferta. Assim, o total de mais de 55 milhões de acções destinadas aos investidores institucionais internacionais foi subscrito 53 vezes. Os 18.35 milhões de acções colocadas à disposição dos investidores institucionais espanhóis foram subscritas 30 vezes e os 66.56 milhões de acções postas à venda para os investidores retalhistas foi subscrito 5.6 vezes.