Início Notícias Tecnologia

Amazon dá conselhos de estilo

A gigante online quer que a Alexa, a sua assistente semelhante ao Siri da Apple, possa vir a indicar à utilizadora quais as últimas tendências e que looks escolher no quotidiano. A câmara controlada por voz deverá dar conselhos tendo em conta aquilo que é sugerido pela equipa de especialistas de moda do marketplace.

Com esta nova investida da Amazon, a Alexa tanto pode colocar uma música ambiente para quando a utilizadora chega a casa, como pode ajudá-la a vestir-se para sair (ver Amazon de A a Z). A nova tecnologia, batizada “Style Check” pretende ajudar as clientes da Amazon a fazerem escolhas de looks. Por exemplo, a utilizadora pode tirar duas fotografias às roupas, através da câmara controlada por voz Echo Look, e depois através de uma aplicação (app) receber recomendações sobre qual o look ideal.

As recomendações são feitas com base nas sugestões da equipa de especialistas em moda da Amazon e nas últimas tendências de moda.

Se há aqui uma componente de ajuda à cliente, há também o interesse da Amazon em saber o que é que esta prefere num mercado que está a tornar-se cada vez maior online. As vendas online de vestuário estão a permitir ao marketplace de Jeff Bezos competir com grandes armazéns como a Macy’s e, considerando que os consumidores preferem experimentar as roupas em loja, o online precisa de encontrar alternativas que possibilitem uma experiência o mais aproximada possível.

O Echo Look «abre um novo reino de experiências de compras», declarou Werner Goertz, analista da Gartner, em declarações à agência Reuters. Pode anunciar o utilização da realidade aumentada no comércio eletrónico, assim como os clientes podem «experimentar coisas visualmente antes de tomarem a decisão de comprar», acrescenta.

A câmara do Echo Look, a primeira numa tecnologia Alexa, tem ainda o potencial de ser usada para vigilância doméstica, videoconferência e em várias aplicações empresariais, sublinha ainda Goertz.

O Echo Look ainda não está à venda, mas deverá custar cerca de 199 dólares (aproximadamente 182 euros).

A Amazon já vendeu cerca de 10 milhões dispositivos Alexa e teve problemas para manter o dispositivo Echo original em stock, de acordo com a empresa.

Até ao momento, a Amazon não se mostrou disponível para confirmar que tipo de dados vão ser usados para alimentar o software e se este aplicará as mesmas informações de moda para uma utilizadora em Nova Iorque, Londres ou Hong Kong. A gigante online não respondeu ao comentário sobre quem desenvolveu o produto e se foi algo projetado especificamente para mulheres e por mulheres – considerando que a publicidade ao dispositivo apenas implica mulheres.

Em última instância, o dispositivo parece sugerir uma estratégia mais ampla da Amazon no universo da moda e, potencialmente, saber quando e o que vai vender mais. Ao vender uma câmara que pode discernir o que a utilizadora veste e efetivamente vesti-la com peças de roupa vendidas na Amazon, não será uma realidade muito distante ver a Amazon a sugerir peças novas que acredita que a utilizadora vai gostar de usar.