Início Notícias Marcas

Ana Sousa expande-se na Bélgica

A marca portuguesa está a reforçar a sua presença internacional com a abertura de quatro pontos de venda na Galeria Inno. No mercado belga desde 2014, as novas aberturas somam mais 240 metros quadrados de espaço de retalho à Ana Sousa, que conta 49 lojas próprias e está disponível em três continentes.

Galeria Inno [©Ana Sousa]

Com um modelo de negócio semelhante ao El Corte Inglés e às Galeries Lafayette, a Galeria Inno tem uma história que remonta a 1845 e é reconhecida como uma das marcas mais fortes da Bélgica. Atualmente, detém 16 grandes armazéns na Bélgica e a marca portuguesa Ana Sousa estará presente em quatro deles, nomeadamente nas localizações de Bruxelles Rue Neuve, Gent, Leuven e Schoten, com um espaço de venda de 60 metros quadrados onde será possível encontrar vestuário, acessórios de moda e calçado.

Os quatro novos espaços na Bélgica estão abertos desde 1 de março e vêm dar continuidade à estratégia de internacionalização da marca, que tinha já sido confirmada por Rute Sousa, CEO da MJJS, a empresa responsável pela gestão da distribuição da marca Ana Sousa, numa entrevista ao Jornal Têxtil em maio do ano passado. «Não vamos parar», assumiu na altura. «Vemos que as pessoas estão com vontade, estão a acreditar no futuro e a nossa política e a nossa estratégia de comércio internacional vai ser reforçada. Temos consciência de que para crescermos, precisamos do mercado internacional e também percebemos que é nesta altura que temos de ser parceiros, quer com os clientes em Portugal, quer com os clientes lá fora», explicou.

Galeria Inno [©Ana Sousa]
A presença na Galeria Inno vem, assim, reforçar a presença no mercado belga, onde a Ana Sousa está representada desde 2014 e onde tem, segundo afirma em comunicado, «conquistado o público feminino com o design e qualidade premium dos seus produtos. As coleções apresentadas oferecem o equilíbrio das principais tendências de moda com a imagem de uma mulher adulta, independente e contemporânea».

É neste espírito que surge a coleção para a primavera-verão 2021. «Lideramos da nossa própria forma. Somos mulheres com uma visão. Avançamos para os nossos objetivos, sem medo. Com um coração bondoso e uma mente forte. Vestimos o nosso poder, sobretudo em preto, com uma criança numa mão e confiança na outra», descreve o manifesto no website. Além do preto, o branco, o rosa, o azul, o vermelho e o cinzento fazem também parte da paleta de cores da estação, em versões sólidas, como nos blazers, e em estampados, que animam vestidos e blusas.

A coleção está já à venda online e nas 49 lojas próprias da Ana Sousa, assim como em mais de 450 lojas multimarca espalhadas um pouco por todo o mundo, num total de 32 países, onde se incluem mercados europeus como Espanha e França, mas também Angola, África do Sul, EUA e México.

Coleção primavera-verão 2021 [©Ana Sousa]
Desde o início da pandemia, a marca tem procurado instilar um sentimento de segurança nos consumidores, com medidas generalizadas aos pontos de venda que permitem entrar e experimentar as suas peças sem receios. «Os nossos consumidores não precisam de ter medo. Estamos a cumprir com tudo», garantiu Rute Sousa ao Portugal Têxtil, no ano passado. «Para além de cumprirmos com aquilo que é dito, ainda criamos medidas excecionais», acrescentou. A marca está, entre outras coisas, a usar um desinfetante que permite que as consumidoras possam experimentar as roupas em segurança. «É aplicado em todas as lojas e mesmo nas compras online», salientou a CEO da MJJS, e «permite que a roupa seja novamente vestida. Roupa, acessórios, tudo é desinfetado, os clientes não precisam de ter medo», concluiu Rute Sousa.