Início Arquivo

Aposta no calçado

Expor na Fimi não representa só ocupar um lugar. Pressupõe participar no único certame ibérico de carácter internacional dedicado exclusivamente à moda infantil e juvenil. É ainda uma oportunidade de mostrar a moda in loco e de estabelecer contactos e consequentemente realizar negócios», refere a feira em comunicado. É desta forma, e tendo em conta que os clusters espanhóis de moda e de calçado têm ganho mais destaque nas últimas edições, que a organização do certame tenta atrair empresas de calçado à Fimi. Esta novidade prende-se com o elevado interesse dos visitantes em adquirir um total look. Por outro lado, como a Fimi quer assumir-se como sendo a melhor plataforma comercial para as empresas que querem explorar e abrir negócios em outros países, a Feria de Valencia tem reunido esforços para aumentar o carácter internacional do certame, dando resposta a uma das necessidades da oferta. No rol das novidades, a feira dá também um passo em frente na inovação. A partir de agora, a organização coloca à disposição dos expositores o convite digital. Desta forma, as empresas poderão convidar os seus clientes de forma mais fácil e ecológica. «Como a Fimi se converteu na única plataforma de carácter profissional de âmbito internacional, faz todo o sentido agilizar processos e facilitar aos expositores as ferramentas necessárias para que rentabilizem ao máximo a sua participação na feira», explica Rafael Cubel, director do grupo de ferias de bens de consumo. A última edição da Fimi, que decorreu em Janeiro último, contou com 218 expositores directos e indirectos, 83 dos quais estrangeiros. Além de Portugal, a Holanda, a Itália, a França, os EUA e Brasil foram os países com maior representatividade, quer em expositores quer em visitantes. A 73 ª edição da Fimi celebrar-se-á de1 a 3 de Julho e, como tem vindo a ser habitual, decorrerá em simultâneo com a feira do bebé “Cero a Quatro”.