Início Arquivo

Argentina e Chile na mira da Ameal

A Fábrica de Malhas do Ameal quer investir nos mercados da Argentina e do Chile, decorrendo as missões empresariais neste primeiro semestre.

Vai também iniciar uma campanha de «marketing» com o objectivo de fortalecer a marca própria de malhas interiores no território nacional e, provavelmente em Espanha. Relativamente à entrada naqueles mercados, Joaquim de Sousa Coutinho, presidente da empresa, realça uma maior facilidade de conquistar clientes importadores no Chile e na Argentina do que no Brasil, onde podemos já encontrar uma indústria têxtil forte.

Para uma maior diversidade de produtos nesta aposta internacional está ainda a Têxtil João Duarte, também presidida por Sousa Coutinho. Já a campanha de «marketing», constitui a última fase de um projecto de investimentos da ordem dos 500 mil contos que, tendo a duração de um ano e meio, que envolveu sobretudo a renovação de equipamento.

Paralelamente está a ser realizado um investimento de novas matérias-primas. Sousa Coutinho confirma a vontade de investir no mercado espanhol, onde já comercializaram a linha sportswear de malhas exteriores, mas sublinha a necessidade da existência de um escritório local para proceder à importação do produto e assegurar a sua distribuição. As malhas exteriores podem ser encontradas em Espanha, Alemanha, França e Inglaterra, apresentando etiquetas como Next, Sunday, Jig-Saw ou a francesa La Fayette.

A Barcelense também trabalha com estes clientes, empregando 250 pessoas, onde 65% da produção é destinada às peúgas BB Prestige, marca igualmente patente nos pólos confeccionados por esta empresa, sendo 70% da produção orientada para o mercado espanhol.