Início Arquivo

Armani “brilhante”

«A elegância não se faz notar. A elegância é lembrada». Estas singelas palavras resumem, de forma bastante acertada todo o trabalho de Giorgio Armani que, ao longo da carreira, foi apostando numa elegância discreta mas sempre marcante, em linhas simples mas sempre repletas de detalhes. Aos 75 anos de vida, o estilista ganhou o reconhecimento internacional e acumulou uma grande fortuna, que chega a 2.800 milhões de euros segundo a revista "Forbes", o que o coloca no posto de quarto homem mais rico de Itália. Desde o início de sua carreira, em 1957, Giorgio Armani sempre esteve bastante activo no mundo da moda, tendo inclusivamente trabalhado durante seis anos para Nino Cerrutti. Depois de desenvolver técnicas e ganhar experiência com esta colaboração, Armani decidiu então arriscar no lançamento da sua primeira colecção, em nome próprio (1974). Um ano mais tarde, o estilista lançaria a sua marca, em parceria com o seu amigo Sergio Galeotti. «Acho que a função primordial da moda é óbvia, mas a mesma, nem sempre consegue tornar as pessoas mais bonitas e interessantes», afirmou o estilista que já vestiu algumas das maiores celebridades mundiais e cujo império incorpora também linhas bastante comerciais como a Emporio Armani, Armani Jeans e Armani Exchange. Actualmente, a empresa mantém, além das citadas, a Giorgio Armani, Armani Privé, Armani Collezioni, Armani Junior e Armani Casa, incluindo design, fabricação, distribuição e venda de todos os produtos de moda e estilo de vida. Nos últimos cinco anos, através de um programa de investimentos estratégicos, Giorgio Armani investiu mais de 650 milhões de euros para verticalizar a produção, ou seja, ser responsável por todo o processo do início ao fim. Recentemente, o estilista italiano apresentou a sua colecção Armani Privé, na semana de alta-costura de Paris (ver Alta-costura sonha e segue), apostando mais uma vez numa elegância sóbria. O célebre fato – que se tornou símbolo de elegância intemporal de Armani – serviu de base para a uma colecção que joga com estruturas e movimentos, com uma paleta de tons escuros, que contrasta com toques de pele nos decotes, transparências e estampados. De igual forma, o estilista anunciou, para Setembro, o lançamento de mais um perfume, baptizado “Idole d´Armani” e que terá a actriz Kasia Smutniak como imagem de marca. «Ela tem um visual moderno que combina a verdadeira sensualidade feminina com a rara beleza da força interior. Kasia encarna o espírito do perfume», concluiu Armani.