Início Notícias Marcas

As mulheres reais d’As Deolindas

Diana, Mia, Eva, Lara, Ariana, Olívia, Nicole e Bárbara são os nomes das mulheres que inspiraram as oito peças da coleção para esta primavera-verão da marca portuguesa As Deolindas, pensada para mulheres independentes, com atitude e ambientalmente conscientes.

[©As Deolindas]

Connected é o nome da mais recente coleção da marca criada por Sónia Teixeira há pouco mais de três anos, mas sonhada desde criança. «Filha de mãe modista, desde muito cedo aprendi a amar e respeitar a complexidade da arte de costurar. Todo o processo de criação, a escolha de tecidos, o cortar e coser as peças me fascinavam e facilmente trocava uma brincadeira com os amigos por uma tarefa no atelier. Cresci a ajudar a minha mãe, fiz licenciatura em engenharia do vestuário, tirei um curso de modelagem industrial e trabalhei vários anos na indústria têxtil, mas vivia um desassossego, havia um sonho por realizar. A ideia de ter uma marca de vestuário para fazer as minhas próprias criações estava sempre presente mas lado a lado com o muito receio de arriscar», conta ao Portugal Têxtil.

Em 2017, uma queda em casa que a deixou sem falar nem andar acabou por ser o empurrão necessário para avançar e concretizar esse sonho. «Fui levada para o hospital pelo meu irmão e, passadas várias horas, o cenário ainda se mantinha. Vai daí que o meu irmão me deu o telemóvel para a mão e começou a enviar-me mensagens para saber de mim. Escreve-me, faz-me perguntas e eu lembro-me de lhe ter escrito “ainda queria fazer tantas coisas na vida mas talvez já não seja capaz” e ele responde “os teus sonhos são para ser realizados!” Não sei explicar o que senti, mas aquela frase, naquele momento, fez o maior dos sentidos, senti-a de uma forma muito especial e em poucos minutos a decisão estava tomada», revela Sónia Teixeira.

Ainda dentro do hospital, o nome ficou decidido, em homenagem à avó falecida três meses antes. «Esta é a homenagem que lhe quis fazer. Criei a marca à sua imagem e é através da sua forma de ser que me inspiro todos os dias para ser sempre melhor», explica.

Sónia Teixeira [©As Deolindas]
As Deolindas é uma marca direcionada para mulheres independentes, confiantes e que gostam de vestir peças exclusivas, intemporais e versáteis, qualquer que seja a idade, aponta a fundadora, acrescentando que é para quem «valoriza a qualidade da peça que veste e não julga a peça só pela sua aparência. Aprecia o facto das peças serem produzidas manualmente e sabe que a dedicação está em todo o processo, desde a criação até aos acabamentos finais, para que o resultado seja tão especial».

A produção é completamente feita no atelier da marca e «todos os tecidos que escolhemos para as nossas coleções são produzidos no norte do país», o mesmo acontecendo com as etiquetas e embalagens, que «são desenvolvidas e produzidas em empresas nacionais, dando prioridade aos fornecedores locais».

Peças com valor

A coleção para a primavera-verão 2021 não é exceção e traduz a ligação da marca às suas clientes e necessidades, com propostas que incluem vestidos, fatos completos, calças de cintura elástica, túnicas oversized e crop-tops justos, pintados de vermelho, rosa e preto. Cada peça tem o nome de uma mulher: Diana, Mia, Eva, Lara, Ariana, Olívia, Nicole e Bárbara. «Para a criação desta coleção inspirei-me em mulheres reais e essas mulheres têm nome! Quando penso numa coleção há sempre uma mensagem que procuro passar e essa mensagem vem através da história e da personalidade das mulheres em quem me inspiro. Por vezes, as mulheres em causa aparentemente, e aos olhos das outras pessoas, não têm nada em comum, mas aos meus olhos, na fase de criação, há algo que só as juntando consigo dar força à mensagem que me proponho transmitir. Cada uma destas mulheres tem uma experiência de vida e uma necessidade diferente e é na versatilidade das peças que procuro satisfazer cada uma delas», afirma Sónia Teixeira.

[©As Deolindas]
Da coleção fazem igualmente parte acessórios como brincos, colares e pulseiras de pérolas naturais, fruto de uma parceria com a Alice & Co, com quem já tinha colaborado anteriormente. «Já em outubro de 2018 tínhamos lançado uma coleção cápsula de vestuário, muito especial para nós, porque foi a primeira vez que desenvolvemos prints para a estampagem digital de tecido a metro e isso tornou essa edição ainda mais especial», indica a fundadora d’As Deolindas. Esta segunda aventura com a Alice & Co «é uma coleção que está pensada há bastante tempo e que queríamos muito lançar. Achámos que seria uma boa altura para o fazermos, pois mais do que nunca sentimos que tinha chegado o momento de mimarmos as nossas clientes com modelos exclusivos que complementam os looks», refere.

Tanto as peças de vestuário como as de joalharia estão à venda na loja online d’As Deolindas, que tem ainda um showroom, por marcação, em Vila Nova de Famalicão, e na FV Concept Store, de Fernanda Velez, em Lisboa.

[©As Deolindas]
O online é, contudo, a grande aposta da marca, que assim pretende manter «a maior proximidade com as nossas clientes». O crescimento mantém-se igualmente fiel à máxima de servir as clientes que se identificam com os valores da marca. «As Deolindas não é, nem pretende ser, uma marca para massas, pois as nossas produções são limitadas e em quantidades reduzidas. Queremos continuar a desenvolver peças de vestuário que carreguem uma história e que transmitam boas sensações a quem as veste. Vamos continuar a fomentar a proximidade da cliente com a marca e o relacionamento da cliente com a peça, pois acreditamos que estes vínculos também podem mudar a mentalidade das pessoas ao nível do consumismo, evitando o descarte precoce da peça», conclui Sónia Teixeira.