Início Destaques

As três badaladas da Foot by Foot

Dormir nunca soube tão bem com os têxteis técnicos da Foot by Foot. A especialista em laminagem e revestimento com espuma lançou três produtos para a área de proteção de colchão e almofada: um regenerador de pele, um termorregulador e um antibacteriano e estabilizador dimensional.

António Pereira

Após mais de 20 de anos de experiência no sector dos têxteis revestidos e laminados, a Foot by Foot reforça a aposta no bedding, com acabamentos funcionais para protetores de colchão e almofada, dirigidos à indústria hoteleira, hospitalar e doméstica. O objetivo é potenciar o conforto e saúde do corpo durante o sono, adicionando, aos têxteis comuns, funcionalidades que lhes conferem valor acrescentado. «Aquilo que estamos a fazer é a propor um artigo que, quando nasce, não tem estas características. Ou seja, a função que adicionamos acaba por exponenciá-las», explica o CEO, António Pereira, ao Portugal Têxtil.

Com um pé sobre a nova década, a empresa apresenta, então, as novidades sob a forma de três produtos diferentes: o primeiro «faz a regeneração da pele. Depois temos outro produto com termorregulação, e outro antibacteriano e estabilizador dimensional», revela. «Tudo isto são têxteis revestidos e laminados onde adicionamos ainda mais funções: a função dermatológica, neste caso de hidratação, a função de regulação de temperatura, e função de regulação de estabilidade e antibacteriana», aponta.

A recetividade dos clientes parece ser positiva, já que, nas palavras do CEO, estes têm-se mostrado «bastante interessados, principalmente com o regenerador de pele». É talvez esta procura que tem alimentado o volume de negócios da empresa no sector dos têxteis-lar, impulsionando um crescimento, que, só em 2019, chegou aos 13%. «Nos últimos cinco anos, diria que multiplicamos o nosso volume de negócios por cinco neste sector específico. Era uma área que não explorávamos e que estamos a explorar agora», confessa António Pereira.

Têxtil-lar versus vestuário e calçado

Contudo, este ritmo de crescimento parece não ser transversal a todas as áreas de negócio da Foot by Foot. Além dos têxteis-lar, que representam cerca de 50% a 60% da faturação total, a empresa está presente também nos sectores do vestuário e confeção e calçado, tendo terminado o ano 2019 com um volume de negócios de 3 milhões de euros, o que significa um aumento de 5,6% relativamente a 2018. «O crescimento dos têxteis-lar que está a decorrer na nossa empresa acaba por ser um pouco anulado», admite o CEO, reconhecendo que a Foot by Foot beneficiaria de um «crescimento maior se as outras áreas de negócio acompanhassem».

De facto, a empresa apresenta uma capacidade produtiva de 10 mil metros diários, integrando o processo de laminagem e subcontratando a tricotagem e os acabamentos. Com uma taxa de exportação de cerca de 25%, a Foot by Foot está presente em 20 países europeus, onde se destacam Espanha, França, Bélgica e Alemanha, e já atravessou o Atlântico para começar a trabalhar com os EUA.

No início de 2020, António Pereira revela que a palavra de ordem deste ano será «consolidação». «A nossa principal estratégia é a consolidação dos mercados. Criar novos produtos, como estamos a fazer, tentar captar novos clientes, mas principalmente consolidar aquilo que temos», afirma. Para tal, a empresa tem vindo a investir na aquisição de matérias-primas, para potenciar a sua rentabilidade, com o objetivo de proporcionar o melhor serviço ao cliente. «Se o crescimento que temos obtido nos têxteis-lar – que já está a acontecer de novo, com um arranque [de 2020] muito forte – for acompanhado pelos outros dois sectores, teremos uma taxa de certeza absoluta de dois dígitos muito generosos. Se houver retração, como se prevê para o calçado e para o vestuário, podemos prever um resultado idêntico àquele que temos tido, entre os 5 a 7%», antecipa o CEO.