Início Notícias Marcas

Azores Playground renova tradições

Estava guardada na gaveta desde 2011, altura em que Soraia Costa concluiu o curso de Design de Moda. Dez anos depois, a fundadora materializou a Azores Playground, uma marca de vestuário infantil sustentável que envolve o artesanato e recupera os tradicionais bordados dos Açores.

[©Azores Playground]

«O conceito da nossa marca baseia-se na essência dos Açores e na sustentabilidade. Pretendemos cruzar o passado – as artes praticadas no arquipélago dos Açores e o futuro – com os tecidos orgânicos e sustentáveis», conta a fundadora ao Portugal Têxtil.

Desenhadas por Soraia Costa, as coleções são compostas maioritariamente por matérias-primas orgânicas como o 100% algodão e recuperam as «artes ricas do arquipélago dos Açores, acrescentado valor às peças de vestuário», destaca a designer.

A confeção, os tecidos e a produção de malhas, executadas numa máquina artesanal, são assegurados por duas senhoras a partir do Porto, mas os bordados são feitos na ilha de São Miguel, nos Açores, porque «apesar de ser açoriana, resido no Porto e por se tratar de um projeto em fase inicial, exige um acompanhamento mais de perto. No futuro pretendemos que todas as peças sejam produzidas nos Açores», revela Soraia Costa.

Soraia Costa [©Azores Playground]
Com coleções que vão dos 0 meses aos 10 anos, a Azores Playground está vocacionada para um público «que abraça o futuro da sustentabilidade e que também aprecia bordados, entre outras artes ricas em cultura», destaca a fundadora.

A marca é vendida exclusivamente através do website e das redes sociais, mas Soraia Costa gostaria de ver as suas coleções chegar às lojas físicas. «Realizamos vendas não só para o continente, mas também já tivemos a oportunidade de vender para o Canadá», acrescenta.

Beber inspiração na natureza açoriana

Atualmente, a Azores Playground disponibiliza duas coleções. A Heritage propõe uma coleção de bodies sustentáveis inspirada nas tradições e expressões típicas de Portugal, sendo a primeira cápsula inspirada na ilha de Santa Maria. «Os cuidados que tivemos nesta coleção, para além de procurarmos por bodies 100% algodão orgânico, certificado OCS – Organic Content Standard, foi também termos optado por estampados com recurso a tintas naturais à base de água», aponta Soraia Costa.

Por sua vez, a coleção Essence, nome igualmente escolhido para assinatura da marca, tem uma forte influência da flora açoriana. «É a primeira coleção da marca que mostra a riqueza das artes praticadas no arquipélago», salienta a designer.

[©Azores Playground]
A Azores Playground tem já planeadas futuras coleções, nomeadamente a de primavera/verão 2022 e também uma coleção cápsula para o próximo inverno 2022/2023. «Todas essas coleções são de igual forma inspiradas nos Açores e com outras artes embutidas que são praticadas nas ilhas», anuncia a fundadora da marca de vestuário infantil.