Início Arquivo

Banco de Espanha recomenda marcas

Segundo o Banco de Espanha, a melhoria das estratégias comerciais e a potenciação da imagem de marca pode constituir o melhor instrumento para as empresas têxteis do país vizinho façam frente ao poderio das indústrias de países como a China, Índia ou Brasil, após a liberalização do sector.

Esta recomendação surgiu no boletim emitido pelo Banco de Espanha em Fevereiro, no qual são analisadas as consequências da abolição definitiva, em vigor desde 1 de Janeiro passado, das quotas de exportação de produtos têxteis, que até então limitavam as quantidades a transaccionar anualmente a nível internacional.

O estudo em questão refere também que a eliminação das barreiras proteccionistas provocará “uma pressão em baixa” nos preços dos produtos têxteis na zona Euro, que por sua vez obrigará as empresas europeias a “melhorar e consolidar as suas estratégias comerciais e competir através de factores diferentes do preço, distinguindo-se pelo produto”, na linha do que faz, por exemplo, o grupo galego Inditex.