Início Notícias Vestuário

Barcelcom inova online

A quase centenária empresa portuguesa inaugurou, no passado dia 1, aquela que afirma ser a primeira loja online nacional exclusivamente dedicada a produtos de compressão médica graduada. Meias para diabéticos, mangas para tratamento de linfedemas e suportes musculares fazem parte do portefólio.

Nuno Mota Soares

Fundada em 1921, desde o final do século passado que a Barcelcom começou a desenvolver, a par com as meias tradicionais, produtos de compressão graduada. Com distribuição B2B, a empresa decidiu agora avançar com vendas online diretas ao consumidor deste tipo de artigo.

«Apesar de as marcas próprias para a área médica possuírem uma forte implementação em inúmeros países, a empresa quis com este passo proporcionar o acesso mais célere e democratizado dos consumidores aos produtos mais inovadores de compressão graduada que existem atualmente no mercado», explicou, em comunicado, Nuno Mota Soares, project & business manager da Barcelcom.

A plataforma, que ficou online a 1 de março, permite entregas rápidas, através de CTT Expresso, e gratuitas para Portugal Continental.

«Brevemente, esta plataforma digital irá ser usada também como central de compras para os clientes B2B da empresa. Cada cliente empresarial, ao aceder com o seu login, toda a loja irá modificar preços e quantidades mínimas contratualizadas com o mesmo e este poderá efetuar ali todas as suas encomendas», adiantou Nuno Mota Soares.

No site de comércio eletrónico estão atualmente disponíveis os produtos das marcas BBMedical, com meias de compressão graduada para prevenção e tratamento das mais variadas patologias, Pradex, com mangas para tratamento de linfedemas nos membros superiores e soutiens protésico e pós-cirúrgico, e BB-Vein, o sistema de administração transdérmica de princípios ativos.

I&D como propulsor

«São marcas que têm evoluído», afirmou ao Portugal Têxtil, durante a Ispo Munich, Nuno Mota Soares, sublinhando, contudo, que é o private label a grande aposta da empresa. «É o nosso core business», garantiu.

Nuno Mota Soares, Vânia Fontes, Gustavo Moreira, Manuela Pereira

A aposta nos produtos técnicos valeu à Barcelcom o prémio NOS Inovação no ano passado, que distinguiu as fibras condutoras flexíveis que podem ser usadas para criar peças de roupa com funcionalidades terapêuticas. «Investimos muito a desenvolver tecnologias de material muito próprias», apontou Nuno Mota Soares, revelando que «todos os anos investimos 10% da nossa faturação em I&D». As vendas traduzem igualmente esta aposta, sendo que, em 2017, 60% do volume de negócios foi realizado com produtos resultantes de projetos de I&D

Com um efetivo de cerca de 55 pessoas, a Barcelcom, que no ano passado adquiriu a marca de artigos de compressão para desporto INC Compression, encerrou 2018 com um aumento do volume de negócios, que terá rondado os 3 milhões de euros. «Foi um ano muito positivo para a empresa. Houve crescimento na parte da faturação da empresa mas também a nível de gestão as coisas têm corrido muito bem. Temos aumentado a capacidade produtiva e temos aumentado o número de clientes», assegurou o project & business manager da Barcelcom.

As metas para o corrente ano passam igualmente pelo crescimento através da inovação, para o qual deverão contribuir os projetos em carteira. «Temos cerca de três projetos que, de modo global, devem cifrar-se, neste momento, pelos 400 mil euros. São projetos essencialmente para a área de saúde, que depois serão transportados para o desporto», concluiu Nuno Mota Soares.