Início Destaques

Baroque cresce com a Lectra

O gigante japonês da moda, que agrega 18 marcas e conta mais de 600 lojas em todo o mundo, adotou o Lectra Fashion PLM para impulsionar o seu crescimento. Um passo importante na organização da Baroque, que está agora a investir na conquista do mercado americano.

Com 18 marcas, entre as quais Moussy, rienda, Sly, Rodeo Crowns e Enföld, 606 lojas, das quais 231 fora do Japão, e um volume de negócios que ascendeu a 69,4 mil milhões de ienes (cerca de 535,4 milhões de euros) no ano fiscal terminado em janeiro de 2017, a Baroque é uma das gigantes do retalho de moda no Japão.

Com o crescimento da empresa e a complexificação da estrutura, com múltiplas divisões, a Baroque decidiu procurar uma solução que permitisse otimizar os processos e fomentar a comunicação entre equipas. A escolha recaiu sobre o Lectra Fashion PLM, que, segundo o diretor-geral sénior Hirofumi Yamazaki, permitiu melhorar a eficiência do trabalho e reduzir de um mês o tempo necessário para colocar os produtos no mercado.

Hirofumi Yamazaki

«Costumávamos gerir as ordens de produção em folhas de cálculo, o que demorava muito tempo e era complexo. Agora, os dados das encomendas são inseridos diretamente no PLM [gestão de ciclo de vida do produto] e automaticamente transferidos para o nosso ERP [planeamento de recursos], sem necessidade de serem exportados. Os nossos funcionários podem gastar menos tempo na inserção de dados e focarem-se nas tarefas principais. No geral, a eficiência aumentou 10% e o nosso fluxo de trabalho é mais simples e rápido. Isso apoia o crescimento das vendas porque demora menos tempo a entregar o produto nas lojas», explica Yamazaki, que destaca, como exemplo, que «a nossa marca Moussy foi capaz de reduzir o tempo de chegada ao mercado de seis para cinco meses».

Moussy
Enfold

Uma outra vantagem apontada pelo diretor-geral sénior da Baroque é que «conseguimos armazenar a informação de um produto numa única plataforma e as nossas equipas podem partilhar ficheiros e especificações técnicas de forma fácil e instantânea. Isso não só facilita um ambiente de trabalho colaborativo como permite que a sede siga o progresso das encomendas em tempo real, para melhor gerir o fluxo de trabalho».

A retalhista nipónica, que vende vestuário e calçado para homem, senhora e criança, está agora empenhada em crescer nos mercados chinês, onde no ano fiscal de 2018 abriu 53 lojas, e norte-americano, onde está já presente no negócio grossista, prevendo ainda abrir pontos de venda na Tailândia e Filipinas e também lançar um website de comércio eletrónico mundial em 2019, como revelou na apresentação dos resultados em março deste ano.

Como parte desse plano de expansão consta a integração do Lectra Fashion PLM nas 18 marcas da Baroque (atualmente está implementado em metade). «Conectar todas as nossas marcas numa plataforma irá melhorar a comunicação e a eficiência em toda a empresa», afirma Hirofumi Yamazaki. «A Lectra sempre nos forneceu um serviço cuidado, desde trabalhar connosco na definição do nosso plano de ação até à formação dos principais utilizadores e execução de testes para assegurar que o projeto de implantação do PLM decorria sem problemas. Estamos confiantes que nos pode ajudar a ultrapassar qualquer desafio que o futuro nos traga», conclui.