Início Arquivo

Bebés & casas naturais

Na sua terceira participação na Maison&Objet, a NaturaPura propôs uma colecção para bebé dominada pelo tom bege, a sua cor para esta estação, e onde as mantinhas constituíram a sua maior novidade. «Registámos menos contactos que nas edições anteriores, mas melhores contactos. Constatámos que há já um reconhecimento da marca», declara Christine Araújo, directora comercial da NaturaPura. «Esta feira permitiu-nos conquistar o mercado internacional». Com efeito, graças à sua participação na Maison&Objet, a NaturaPura conseguiu não só conquistar o mercado francês e belga mas também mercados bem mais longínquos, como os EUA, o Canadá e a Nova Zelândia.

A marca procura cuidar de cada um dos seus produtos para bebé até ao ínfimo pormenor. Os bordados, por exemplo, são devidamente protegidos ou estrategicamente localizados para não irritarem a pele do bebé. As etiquetas são sempre colocadas fora das peças. Os bodies de enfiar pela cabeça são destinados apenas a bebés com mais de 3 meses. E até os mais pequenininhos, que nasceram prematuramente, têm um set feito à sua medida. «Como estamos limitados pela gama de cores naturais do algodão – cru, verde e castanho –, procuramos desenvolver produtos versáteis com uma forte componente de design», sustenta a directora comercial.

Para além da sua vasta gama de produtos para bebés dos 0 aos 24 meses, a NaturaPura oferece também uma panóplia de produtos para cama e banho, que esteve exposta em Janeiro último, pela primeira vez, na Heimtextil, onde o seu conceito ecológico granjeou um franco sucesso mundial.

A marca apresenta também uma grande família de bonecos “de trapo”, que inclui bonecas e uma infinidade de animais, todos dispostos a serem ternamente adoptados por miúdos e graúdos. «Todos os nossos modelos de bonecos são únicos», sublinha Christine Araújo. Actualmente, a NaturaPura detém também as licenças do Snoopy para a produção de roupa e têxteis-lar ecológicos de bebé para Portugal, Espanha e França.

A primeira loja NaturaPura foi inaugurada no passado mês de Novembro, no Centro Comercial Arrábida, no Porto. «Três meses depois da abertura da loja, as nossas expectativas estão completamente superadas», revela Christine Araújo. «Deste modo, estamos já a pensar abrir ainda este ano uma segunda loja, desta vez em Lisboa. E a terceira será, provavelmente, em Espanha».

Embora a NaturaPura não seja uma marca com um novo conceito têxtil, tem a novidade de ser a primeira e única marca têxtil portuguesa certificada com o Rótulo Ecológico Europeu, garante de produtos 100% ecológicos, onde a principal matéria-prima utilizada é o algodão biológico. «É um têxtil para deixar aos nossos filhos, que estão bastante sensibilizados para os problemas ambientais causados por grande parte dos têxteis tradicionais», conclui a directora comercial da NaturaPura. «Quem usa os produtos NaturaPura está não só a proteger-se como também a proteger o planeta».