Início Notícias Marcas

Benetton procura nova estratégia

A família Benetton quer traçar uma nova estratégia para a holding Edizione. Para tal renomeou o veterano Gianni Mion e procura agora um novo CEO.

[©Benetton]

A família italiana Benetton nomeou o veterano Gianni Mion para presidente da holding Edizioni. Mion vai exercer o cargo durante os próximos três anos e tem como missão traçar uma nova estratégia para o grupo, escreve a Reuters.

As mudanças acontecem numa altura em que o governo italiano tomou o controlo da unidade de rodovia da Atlantia, Autoestradas de Itália, no âmbito do desastre ocorrido na ponte de Atlantia, em 2018.

A nova direção da Edizione, uma holding que fatura mais de 18 mil milhões de euros com interesses que vão desde as autoestradas até às lojas de roupa, terá que supervisionar o realinhamento da Atlantia e ajudar a desenvolver uma nova estratégia de médio prazo para todo o grupo, onde se inclui, entre outros, a cadeia de restaurantes Autogrill e o grupo de telecomunicações Cellnex.

«A confirmação de Mion por três anos é um sinal de continuidade, mas é preciso ver quem será o CEO nomeado», avança Andra Colli, professora de história de negócios da Universidade Bocconi e autora de um livro sobre a holding.

Luciano Benetton, de 85 anos, um dos dois membros sobreviventes da geração fundadora, continua a ser a figura de proa da família, mas o filho Alessandro, de 56 anos, que aparece como o mais empreendedor da próxima geração, está a ser pressionado para ter um papel mais independente no grupo.

No entanto, os estatutos da Edizione limitam as opções e bloquearam até agora qualquer alteração importante.

Depois do falecimento do irmão, Luciano Benetton desviou a estratégia da Edizione da moda para as concessões de autoestradas, mas a estratégia ficou numa encruzilhada depois do desastre da ponte, que provocou a morte a 43 pessoas.