Início Notícias Gerais

Berlim veste-se de verde

Durante a Semana de Moda de Berlim, a capital alemã veste-se de verde ecológico, com as feiras Greenshowroom e Ethical Fashion Show Berlin, que têm lugar de 8 a 10 de julho, a exibirem coleções de moda que fazem bem ao estilo e ao planeta.

BERLIN, GERMANY - JULY 09: A model walks the runway at the Green Showroom show in Alma and Lovis during the Mercedes-Benz Fashion Week Spring/Summer 2015 at Palais am Festungsgraben on July 9, 2014 in Berlin, Germany. (Photo by Timur Emek/Getty Images)

Nomes conhecidos, novos conceitos e designs inovadores são os pilares das feiras Greenshowroom e Ethical Fashion Show Berlin, que durante três dias irão exibir um portefólio abrangente de coleções de moda sustentável na ex-estação de caminhos-de-ferro e atual centro de exposições Postbahnhof. «A resposta das inscrições de marcas nacionais e internacionais tem sido extraordinária», afirma Olaf Schmidt, vice-presidente de têxteis e tecnologias têxteis da Messe Frankfurt, que organiza os certames.

«Inúmeros pioneiros da moda sustentável e novos expositores proeminentes irão apresentar as suas coleções», acrescenta. Na Greenshowroom, os visitantes poderão encontrar, entre outros, as propostas da Cus, os fatos certificados GOTS da Gotsutsumu e as carteiras e sapatos da Nine to Five. Presente estará também a Amazona Secrets, uma marca de joalharia com showroom em Ovar, que através de um processo chamado “esqueletização” transforma folhas de plantas, sementes e pedras em joias. Na Ethical Fashion Show Berlim estará, por seu lado, a portuguesa Ultrashoes, que conta no seu portefólio com calçado totalmente biodegradável, capaz de desaparecer na natureza em menos de três anos, e calçado vegan, que não usa qualquer material de origem animal. A moda “vegan” é, de resto, um dos temas fortes desta edição das duas feiras dedicadas ao estilo com sustentabilidade.

Cada vez mais pessoas estão a aderir a um estilo de vida vegetariano e, como tal, a evitar produtos de origem animal quando compram vestuário. Várias marcas, como a Goodsociety e Marion Kracht Design by Lana, produzem agora coleções feitas a partir de materiais naturais ou sintéticos, completamente livres de pelos, couro, seda ou lã. A Esprit, por exemplo, anunciou recentemente que irá alargar a sua primeira linha de calçado “vegan”, seguindo o percurso traçado por nomes conhecidos como a designer Stella McCartney (ver Moda no estado vegan).

As duas feiras vão, por isso, focar-se mais intensamente neste tema, com um programa paralelo que inclui uma conferência, no dia 10 de julho, com a intervenção de Marion Kratch (da marca Marion Kracht Design by Lana), Julia Akra-Laurien (Noveaux Magazin), Holger Brodkorb (Ragwear) e Hendrik Haase (blogger). O programa paralelo, que se divide pelos três dias de duração das feiras, inclui ainda painéis de discussão sobre comércio justo, melhorias na cadeia de aprovisionamento, luxo e wearables. Um dos outros destaques do programa é a estreia de um desfile de moda para as marcas presentes no Ethical Show Berlin. Batizada de “Ethical Fashion on Stage”, a iniciativa pretende destacar as coleções dos segmentos de streetwear e casualwear, e junta-se ao “Salon Show”, onde desfilam as propostas das marcas presentes na Greenshowroom.