Início Arquivo

Bilionária cazaque compra Vionnet

A bilionária cazaque Goga Ashkenazi, mais conhecida pelo seu opulento estilo de vida e amigos da alta sociedade, firmou um acordo para comprar uma quota maioritária na casa de moda Vionnet, a mais recente aquisição de uma marca de luxo europeia por investidores novos-ricos. A empresária, sedeada em Londres e com interesses na indústria do petróleo, irá ajudar a casa, fundada em 1912 pela costureira francesa Madeleine Vionnet, a crescer numa indústria globalizada, apesar das dificuldades na Europa, revelou a empresa em comunicado. A Vionnet, famosa pelos seus vestidos fluídos assimétricos usados por estrelas de cinema como Natalie Portman e Madonna, foi relançada em 2009 por um grupo de investidores italianos liderado pelo ex-diretor da Valentino, Matteo Marzotto. A empresa antecipa um volume de negócios de 9,5 milhões de euros em 2012, uma gota no oceano da multimilionária indústria de luxo, mas esse número está em crescimento. O seu volume de negócios aumentou 40%, para 7,3 milhões de euros em 2011. «Acredito que as marcas de moda têm de encontrar uma forma de financiarem o seu crescimento ao mesmo tempo que respeitam o seu processo criativo», afirmou Marzotto. A Vionnet pretende abrir uma loja monomarca em Paris, após ter inaugurado o primeiro showroom em Milão este ano. Os seus vestidos de 1.400 euros são vendidos em 190 lojas multimarca em todo o mundo. Marzotto, membro da principal família italiana ligada ao têxtil, comprou a pequena casa de moda francesa há três anos, no pico da crise financeira, após ter liderado a Valentino durante dois anos. Investidor conhecido, Marzotto indicou estar empenhado na marca, que irá continuar a gerir com os seus dois sócios italianos e acrescentou que Ashkenazi, também cliente da Vionnet, estava à procura de uma marca de moda para investir. Vários investidores de mercados em rápido crescimento têm adquirido marcas europeias de topo. A chinesa YGM Trading Lmt comprou recentemente a Aquascutum por 15 milhões de libras (18,67 milhões de euros) e em Dezembro o grupo chinês de vestuário de homem Trinity Ltd. comprou a casa de moda italiana Cerruti por 70 milhões de dólares (53 milhões de euros).