Início Destaques

Boa malha!

As empresas portuguesas mostraram na última edição da Première Vision que não falta criatividade, inovação e tecnologia ao sector das malhas, e, juntamente com os produtores de tecidos, revelaram-se capazes de se bater de igual para igual e até superar os concorrentes dos mais diversos pontos do mundo.

Nesta aguardada rentrée, o Jornal Têxtil revela-lhe, ao pormenor, as principais novidades apresentadas na referenciada feira francesa, desde as tendências em malhas e tecidos, às muitas novidades apresentadas pelas empresas portuguesas. Conheça a malha que ditou a nomeação da Vilartex para os PV Awards logo na sua estreia, assim como o tecido que valeu mais uma nomeação à Polopique Tecidos. Fique ainda a par das propostas e da evolução dos negócios de empresas como Paulo de Oliveira, Somelos Tecidos, Albano Morgado, Lurdes Sampaio, Fitecom, Lemar, Living Colours, NGS e Cotex e das tecnologias revolucionárias para malhas que a Tintex está a instalar, reveladas em primeira-mão ao Jornal Têxtil pelo administrador Mário Jorge Silva. Fazemos ainda o balanço da Première Vision e antecipamos as novidades na maior feira mundial de tecidos: a Intertextile Shanghai Apparel Fabrics.

Também em entrevista, conheça as prioridades e projetos de César Araújo enquanto novo presidente da ANIVEC – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção, que quer partilhar com o sector do vestuário as competências e experiências que adquiriu como empresário à frente da maior confeção nacional, a Calvelex.

Em destaque está também Daniela Barros, que esteve na Semana de Moda de Londres com o apoio do Portugal Fashion, e diversas marcas portuguesas de calçado e vestuário, que continuam a apostar na sua expansão aquém e além fronteiras. Cristina Barros, Cotton Brothers, Kalisson e Bagoraz (ambas da Givec), Flex & Go e Nobrand são apenas alguns dos exemplos que mostramos nesta edição do Jornal Têxtil, a que se soma a nova linha de puericultura da Patachou.

Os têxteis-lar estão igualmente de “boa saúde”, com a Neiper a antecipar um crescimento de quase 20% para este ano, a Vianatece a fazer novas apostas, a Têxteis Lar São José a investir na internacionalização, a Filipe Nogueira a desafiar o design tradicional, a Têxteis Íris a buscar novos mercados e a TM Collection a mostrar que, mais do que uma marca, é um conceito de lifestyle.

Nesta edição do Jornal Têxtil fazemos ainda o balanço, juntamente com os expositores portugueses, de alguns certames importantes para o sector, como é o caso da Intertextile Shanghai Home Textiles, onde a Mundotêxtil e a Lameirinho mostraram que a união faz a força, a CPM – Collection Première Moscow, onde se estrearam três empresas nacionais, e a feira de calçado GDS, que revelou as primeiras tendências do que se vai usar nos pés na estação quente do próximo ano.

Saiba ainda onde fica a nova casa da plataforma Fibrenamics, dedicada à investigação e transmissão de conhecimento sobre o “extraordinário mundo das fibras”, quais as novidades da coleção de fios para a primavera-verão 2017 apresentadas no open-day da Tearfil e os novos projetos e clientes das especialistas em fitas de amarração Artefita e em têxteis laminados Coltec. Ainda nos têxteis técnicos, conheça os revolucionários desenvolvimentos da japonesa Toyobo e da portuguesa Ynvisible, assim como as perspetivas até 2020 para o mercado dos tecidos inteligentes.

Espreite também os números da conjuntura e do barómetro de negócios compilado pelo CENIT, assim como a evolução de mercados como a Alemanha, Colômbia e China.

Tudo isto e muito mais nesta edição do seu Jornal Têxtil, que há 18 anos lhe leva diretamente até à empresa ou casa a informação sectorial que faz a diferença. Se ainda não é assinante, aproveite o regresso ao trabalho para fazer a sua subscrição e garantir que todos os meses recebe a melhor informação sobre a indústria têxtil e vestuário, em Portugal e no mundo.