Início Breves

Breves

  1. Doutores na ITV
  2. Lacoste une-se a JonOne
  3. Retalho espanhol em alta
  4. Chanel desembarca em Cuba
  5. Clima de consumo arrefece na Alemanha
  6. Roupa interior vermelha para o Ano Novo Lunar

1Doutores na ITV

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e o Citeve vão a apoiar a inserção de doutorados nas empresas do concelho, uma iniciativa cuja apresentação está agendada para hoje, às 17h, nas instalações do Citeve. O Projeto Piloto de Apoio à Inserção de Doutorados em Vila Nova de Famalicão tem como objetivo ajudar os empresários a beneficiarem da dotação de 20 milhões de euros que o Norte 2020 tem disponível para apoiar a contratação de recursos humanos altamente qualificados. «A Câmara Municipal, através do programa Famalicão Made IN, e o Citeve, através da sua Academia, propõem-se ajudar, gratuitamente, as empresas com relativa maturidade em atividade de I&D e Inovação no processo de preparação de candidaturas, elaboração do programa de inserção e acompanhamento», antecipa a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em comunicado.

2Lacoste une-se a JonOne

A marca francesa Lacoste convidou o pintor e artista de rua americano John Andrew Perello, mais conhecido como JonOne, a criar uma coleção cápsula de pronto-a-vestir, que deverá chegar hoje às lojas, físicas e online. O artista americano JonOne começou a pintar quando tinha 17 anos, tendo como tela as carruagens do metro de Nova Iorque. Inspirado pela energia, movimento e cores da cidade, desenvolveu gradualmente um estilo expressionista abstrato que expandiu em Paris, a sua cidade de adoção, desde o final da década de 1980. Este estilo é exibido na mais recente colaboração entre JonOne e a Lacoste L!ve, a linha jovem e contemporânea da Lacoste, para a coleção outono-inverno 2015/2016. Além do tradicional polo da marca, que foi decorado com graffiti de inspiração urbana, a coleção contempla também t-shirts, camisolas clássicas e com capuz, e um casaco com fecho. Esta não é a primeira vez que a marca do crocodilo colabora com um artista na criação de uma coleção especial. Em 2013, nas celebrações do seu 80.º aniversário, a Lacoste fez uma parceria com Peter Saville na recriação do seu popular modelo de polo L.12.12.

3Retalho espanhol em alta

As vendas a retalho espanholas aumentaram pelo décimo quarto mês consecutivo em setembro e ao ritmo mais acelerado desde dezembro do ano passado, segundo dados divulgados na última quinta-feira, graças à continuação da retoma do consumo após a prolongada crise económica que o país viveu. As vendas subiram 4,3% em setembro, indicou o Instituto Nacional de Estatística espanhol, superando amplamente a previsão pessimista dos analistas, que antecipavam mesmo uma queda de 3%. As vendas a retalho, por sua vez, subiram 3% em agosto, uma revisão ao avanço inicial de um crescimento de 3,1%.

4Chanel desembarca em Cuba

Editores e compradores de moda têm assistido a uma tendência crescente no decorrer das últimas estações, na qual as marcas de luxo privilegiam os destinos exóticos para aí fazerem as apresentações das coleções Cruise, desde a excursão da casa Louis Vuitton até Palm Springs, à viagem da Dior até à Cote d’Azur. O designer na vanguarda desta tendência de passerelle viajante não é outro senão Karl Lagerfeld, que tem encenado desfiles da Chanel em Miami, Veneza, Singapura, Dubai e Seul. Contudo, a Chanel nunca antes desfilou na América Latina, uma situação que Lagerfeld está prestes a mudar. A apresentação da coleção Cruise para 2017 da casa francesa terá lugar em Havana, Cuba, no dia 3 de maio de 2016 – a primeira grande produção de moda a chegar à cidade desde a restauração das relações diplomáticas com os EUA. No entanto, Lagerfeld não é o primeiro designer a incluir Cuba no seu plano criativo: as coleções Resort para 2016 de Stella McCartney e Proenza Schouler foram amplamente influenciadas pela ilha e uma das tendências editoriais mais proeminentes nas edições de setembro inclui sessões fotográficas de moda nas ruas coloridas da capital cubana. De acordo com um comunicado da Chanel, a «riqueza cultural e abertura de Cuba» há muito que inspiram Lagerfeld e, se as coleções passadas servirem de indicação, as propostas irão refletir a natureza colorida e viva do destino.

5Clima de consumo arrefece na Alemanha

A confiança dos consumidores alemães deverá cair novamente em novembro, pelo terceiro mês consecutivo. O índice de confiança da GfK deverá cair para 9,4 pontos em novembro, ante um resultado de 9,6 pontos em outubro. Esta leitura representa o nível mais baixo assinalado desde fevereiro, substancialmente aquém do pico de 10,2 pontos alcançado em junho. «A confiança do consumidor na Alemanha tem vindo a diminuir progressivamente nos últimos meses», afirma a GfK. «Tal como no mês anterior, as expectativas económicas estão a diminuir significativamente», acrescenta a consultora. A confiança face ao mercado de trabalho alemão despoletou este declínio, conduzindo a componente de expectativas económicas do consumidor para valores negativos. A GfK realizou uma análise aprofundada das razões subjacentes a este aumento da ansiedade em relação ao desemprego e apurou que 70% dos inquiridos que acredita que o desemprego irá aumentar, atribui esta tendência à crise dos refugiados. A GfK enfatizou que o indicador ainda é «muito satisfatório», adiantando que a leitura de 9,4 é elevada do ponto de vista do histórico dos padrões. «A confiança dos consumidores no futuro irá depender predominantemente da intensificação, ou não, das incertezas que cercam atualmente a progressão do mercado de trabalho», conclui.

6Roupa interior vermelha para o Ano Novo Lunar

Os produtores japoneses de roupa íntima estão a preparar o lançamento de coleções em tons de vermelho, em antecipação ao Ano do Macaco, que se iniciará a 8 de fevereiro de 2016, apostando na tradição asiática de usar vermelho durante as celebrações do Ano Novo Lunar. A Wacoal pretende expandir o número de itens vermelhos para homens e mulheres, tendo como alvo não só os consumidores japoneses, mas também os turistas estrangeiros que visitam o Japão, provenientes de países que consideram o vermelho uma cor de sorte nesse período festivo – como é o caso da China. Um porta-voz da Wacoal afirmou que, uma pesquisa recente, revelou que mulheres com idades compreendidas entre os 20 e os 70 anos são favoráveis à tradição de uso de roupa interior vermelha, considerando-a um prenúncio de boa sorte. A marca de lifestyle Gunze, baseada em Quioto, pretende, também, expandir a sua oferta no próximo mês, adicionando 50 itens vermelhos, entre os quais camisolas interiores, cuecas e boxers, à sua linha de produtos já existente, constituída por 28 itens. Paralelamente, a marca dirigiu-se ao templo de Kiyomizedera em Quioto, para rezar pela boa saúde e vida longa daqueles que usarem a sua linha de roupa interior, especialmente confecionada para o Ano do Macaco.