Início Breves

Breves

  1. Sara Carbonero dá a cara pela Salsa
  2. Kiabi atraca no Mar Shopping
  3. UMinho acelera o emprego jovem
  4. Homens dominam mercado de trabalho
  5. Covilhã debate sustentabilidade
  6. 21pr Concept.Store com novos inquilinos

1Sara Carbonero dá a cara pela Salsa

Há 10 anos, a marca de jenswear nacional lançou os inovadores jeans Push Up Wonder, modelo originalmente de cintura baixa que combinava o efeito push up com o conforto. A criação do conceito Push Up sinalizou o início da especialização da Salsa no desenvolvimento de jeans técnico e, agora, para comemorar o 10.º aniversário do modelo, a marca lançou a versão de cintura subida e apresentou uma campanha protagonizada por Sara Carbonero. A conhecida jornalista espanhola será embaixadora da marca ao longo deste ano, reforçando a imagem da Salsa não só em Portugal, mas principalmente no mercado vizinho, consolidando o plano de expansão previsto para 2017. Durante o “making of” da sessão fotográfica, Sara Carbonero confidenciou que «os Push Up Wonder são como uma segunda pele. Adaptam-se perfeitamente às nossas curvas, às nossas formas e ao nosso corpo. Têm tudo e são muito fáceis de combinar». O modelo Push Up Wonder de cintura subida, disponível em três lavagens, tem como principais características a perna justa e o design dos bolsos traseiros, pequenos e arredondados, que associados às pinças laterais criam uma copa modeladora. «Esta campanha surge num momento de enorme relevância para a marca: a comemoração dos 10 anos dos Push Up Wonder, produto ícone da marca, e a intenção de crescimento e fortalecimento da marca nos mercados prioritários onde atuamos: Portugal e Espanha. Nesse sentido, surge a escolha de nos associarmos à Sara Carbonero, que personaliza o perfil de mulher que queremos: uma mulher atual, inspiradora, que valoriza sentir-se bonita, elegante e confortável e que usa os jeans no seu dia-a-dia», explicou Rita Calheiros, diretora de brand & marketing da Salsa.

2Kiabi atraca no Mar Shopping

A cadeia francesa de moda para toda a família, que conta com mais de 450 pontos de venda na Europa, escolheu o Mar Shopping, em Matosinhos, para abrir a primeira loja Kiabi no norte do país. Este é o segundo espaço Kiabi a abrir portas em menos de um ano em Portugal e apresenta o mais recente conceito arquitetónico da marca, que conjuga um ambiente luminoso com espaços amplos e uma abordagem multicanal de retalho, integrando o ambiente físico e o digital. De acordo com a informação divulgada pela empresa, a Kiabi pretende abrir 10 lojas em Portugal até 2021 e está a lançar uma campanha de recrutamento de 400 pessoas. Explorando o conceito de moda a preços baixos, a Kiabi vende vestuário e acessórios de senhora, homem, criança, bebé e comercializa ainda vestuário para grávida, tamanhos grandes, lingerie e têxteis-lar. A nova loja, com abertura prevista para o dia 18 de maio, terá uma dimensão de 2000 metros quadrados e vem reforçar a oferta do Mar Shopping, cuja taxa de ocupação ronda atualmente os 100%.

3UMinho acelera o emprego jovem

A Universidade do Minho lançou recentemente o programa “JobLab”, cujo o objetivo é acelerar o emprego dos finalistas e recém-licenciados da instituição de ensino superior. O “JobLab” tem como ambição encurtar o tempo entre o final dos estudos e o ingresso no mercado de trabalho, permitindo aos interessados exercerem atividades profissionais ligadas às suas áreas e interesses. O programa inclui 10 sessões coletivas e individuais, com duração de dois meses e meio. «Não oferecemos nem garantimos empregos. Fazemos ao contrário: criamos uma estrutura sólida na pessoa para que as instituições a queiram recrutar e precisem das suas mais-valias», explicou Paulo Silva, da TecMinho, a interface da Universidade do Minho que promove o “JobLab”. «Na prática, a pessoa mostra que tem valor a acrescentar à organização ou, então, pode apostar em formatos em que não haja propostas laborais, aumentando assim a probabilidade de contratação», destacou. Na etapa inicial, o “JobLab” avalia o perfil comportamental da pessoa, por exemplo, se esta está mais orientada para relações humanas ou para processos. Com base nesse perfil, os interessados definem metas profissionais sólidas, são dotados de ferramentas práticas, como coaching e programação neurolinguística, e recebem técnicas de abordagem ao mercado, desde recolha de informação relevante, fontes eficazes de recrutamento e redes de contactos com potenciais empregadores. O programa está aberto a finalistas e recém-diplomados de licenciaturas, mestrados integrados, especializações e mestrados da Universidade do Minho.

4Homens dominam mercado de trabalho

Em Portugal, a maioria dos postos de trabalho qualificados ainda é ocupada por homens, segundo os dados de um inquérito realizado pelo grupo de recrutamento especializado Hays. Em algumas áreas, a discrepância é particularmente acentuada, como é o caso das tecnologias da informação, onde apenas 13% dos profissionais qualificados são mulheres. Na área de engenharia a percentagem é de 19%, e em turismo e lazer situa-se nos 32%. Das 11 áreas analisadas pelo inquérito, apenas duas se apresentam como maioritariamente femininas: recursos humanos e apoio e serviço ao cliente, com 74% de mulheres. Estes dados fazem parte do “Guia do Mercado Laboral 2017”, uma análise detalhada das tendências do mercado de trabalho qualificado em Portugal que tem como base inquéritos efetuados junto de 2.641 profissionais qualificados e 847 empregadores, além de milhares de entrevistas e reuniões realizadas pela Hays em todo o país. O estudo aborda as políticas retributivas e os valores salariais mínimos, médios e máximos para mais de 250 funções qualificadas, além das motivações dos profissionais portugueses, as preferências de quem está a contratar e as profissões mais recrutadas em todos os setores. O “Guia do Mercado Laboral 2017” chegou ainda às seguintes conclusões: pela primeira vez, a percentagem de empregadores a nível nacional que querem contratar (73%) ultrapassou a de profissionais que pretendem mudar de emprego (71%); 73% dos profissionais estão insatisfeitos com a sua progressão de carreira e 60% estão insatisfeitos com o pacote salarial; 59% dos empregadores consideram que as instituições de ensino não preparam adequadamente os profissionais para o mercado de trabalho.

5Covilhã debate sustentabilidade

Desde o dia 29 de março e até ao dia 1 de abril, a cidade da Covilhã recebe vários painéis de apresentação e debate relacionados com a temática da moda e da sustentabilidade diretamente ligados à iniciativa global Fashion Revolution. Considerando a moda uma das indústrias com maior impacto social e ambiental, o objetivo do evento que decorre na Universidade da Beira Interior e no Auditório Municipal da Covilhã é reunir professores, estudantes, empresas, profissionais e a comunidade local para debater o consumo consciente e o desenvolvimento sustentável. A necessidade de mais transparência na cadeia produtiva da indústria da moda é outras das preocupações em análise. Para enquadrar o tema com a atualidade e práticas comuns, o evento apresenta diversos projetos sustentáveis e colaborativos, desde a matéria-prima até ao produto final – Tintex, Riopele, Fitecom, Pé de Chumbo e Awaytomars foram algumas das empresas e marcas que já passaram pelo evento. No sábado, dia 1 de abril, o programa está voltado para a comunidade – de manhã com o Cinco Atelier e a A Tentadora, que irão criar uma intervenção com a comunidade e, durante a tarde, juntamente com a Coolabora acontecerá uma edição especial da feira Troca [email protected] no Jardim Público, que convida todos os interessados a participar e a levar vestuário que já não usam.

621pr Concept.Store com novos inquilinos

Há novos inquilinos no n.º 21 da Praça do Príncipe Real, em Lisboa, com a chegada das marcas Les Ottomans, Rosy Rings, Cléo Ferin Mercury e Federico Price à 21pr Concept.Store. A oferta reforçada inclui desde almofadas a acessórios de moda, passando por difusores e peças de cerâmica. Originárias de diferentes pontos do globo, as novas apostas da loja «vão ao encontro da qualidade premium e da exclusividade à qual os clientes da concept store sempre estiveram habituados», pode ler-se no comunicado divulgado pela 21pr Concept.Store. Inspirada na Turquia e fundada pelo italiano Bertrando di Renzo, a Les Ottomans funde o Oriente com o Ocidente nas suas almofadas feitas em veludo ou seda. Os pratos de cerâmica, por seu lado, destacam-se por exibirem retratos de sultões. A Rosy Rings é uma marca americana empenhada na utilização de produtos naturais e na proteção do meio ambiente de forma responsável. Na 21pr Concept.Store estão, a partir deste mês de março, disponíveis os seus difusores botânicos, que usam paus de bambu para difundir fragrâncias e não contêm álcool. Cada frasco, feito de vidro reciclado em 40%, é preenchido à mão com vestígios de produtos naturais, como maçã, pera, rosa e abóbora. Já Cléo Ferin Mercury é uma designer independente sediada em Londres que trabalha acessórios de seda. Na 21pr Concept.Store estão disponíveis as golas amovíveis bordadas à mão, com padrões coloridos e femininos. Sediado em Sicília, Federico Price foi um dos primeiros designers em Itália a criar uma marca de moda sustentável. Os seus acessórios, nomeadamente as malas, que chegam agora à 21pr Concept.Store, misturam elementos naturais como a pele de antílope com diferentes tipos de tecidos.