Início Breves

Breves

  1. Servifios faz parceria para linho chinês
  2. O futuro está na América Latina
  3. Jil Sander apresenta nova direção criativa
  4. Loewe entra na casa
  5. Coach e Rodarte juntas no verão
  6. Sport Zone abre loja em Loulé

1Servifios faz parceria para linho chinês

A trading têxtil Servifios estabeleceu uma parceria com a agência de importação e exportação Supertrade para a representação da fiação de linho chinesa Jijia em exclusivo para Portugal. «Nesta altura concluímos que, no que diz respeito a armazenistas, a melhor forma de satisfazer os nossos objetivos será trabalhar com um trader — Servifios — de forma exclusiva», afirma Ricardo Paiva, diretor-geral da Supertrade, em comunicado enviado para a redação do Portugal Têxtil. Segundo Pedro Almeida, administrador da Servifios, esta parceria «baseia-se num compromisso mútuo em que a Servifios ajuda a Supertrade a aumentar a oferta do leque de produtos, contribuindo com a sua expertise em áreas de negócio menos exploradas pela Supertrade, que se compromete a agir do mesmo modo». O objetivo final passa pelo aumento das vendas, «através de um acompanhamento contínuo e um trabalho mais proveitoso, privilegiando a relação que a Servifios tem com a Supertrade, e por sua vez, a relação que a Supertrade tem com a Jijia», explica Ricardo Paiva.

2O futuro está na América Latina

A América Latina está a ser apresentada pelos analistas da Frost & Sullivan como “o continente da próxima geração”, apontando para o crescimento da inclusão digital, da urbanização e da classe média como motores de transformação da região durante a próxima década. Apesar do recurso à expressão “continente”, os analistas parecem estar a referir-se a uma região mais vasta que envolve a América do Sul, a América Central e o México. A Frost & Sullivan nota que, tendo sobrevivido a anos de turbulência económica, a América Latina está a libertar-se gradualmente da sua dependência de forças externas como os preços do petróleo. A estabilização dos mercados de commodities coincidiu com o incremento do consumo interno, juntamente com o crescimento acelerado de economias como o Peru e o Chile. A Frost & Sullivan acredita ainda que, como resultado, na próxima década, o “continente” será transformado e o «declínio da taxa de dependência, o avanço nas energias renováveis e a adoção de modelos de negócio disruptivos vão restaurar o estatuto da América Latina» como hub da próxima geração. A América Latina tem uma vantagem demográfica significativa em relação a regiões como o Médio Oriente, África e a Europa que, defendem os analistas, irá desempenhar um papel fundamental na atração de investimentos globais. Isso acontecerá, em parte, porque mais de 70% da população (489,6 milhões de pessoas) vai passar a integrar a classe média, fator que irá potenciar novas tendências de consumo. De acordo com a Frost & Sullivan, a classe média vai representar mais de 57% do crescimento da despesa total dos consumidores e a região terá a maior população em idade ativa, que representará 61% da população total. Mais de 82% dessa população viverá em cidades e essas cidades impulsionarão o crescimento da América Latina, com seis metrópoles a representarem mais de 38% do Produto Interno Bruto (PIB) total. O sector dos serviços contribuirá para quase 65% do PIB e empregará mais de 60% da força laboral total e economias emergentes como o Panamá, Costa Rica e República Dominicana apresentarão as maiores taxas de crescimento da região.

3Jil Sander apresenta nova direção criativa

Confirmada a despedida de Rodolfo Paglialunga no final de março, designer que depois de três anos cortou os laços com a marca, Luke e Lucie Meier vão agora dividir o leme criativo da Jil Sander. Ainda que os dois sejam nomes conhecidos na indústria, esta será a primeira vez que o casal de designers – que se conheceu em Florença, na Polimoda –vai partilhar a coordenação criativa de uma marca, desenvolvendo quer a coleção feminina, quer a masculina da Jil Sander, sediada em Milão. Lucie Meier trabalhou para as casas Balenciaga e Louis Vuitton, antes de dirigir, ao lado de Serge Ruffieux, o gabinete de design da Dior, no hiato temporal entre a saída de Raf Simons e a chegada de Maria Grazia Chiuri. Luke Meier, por seu lado, é um dos fundadores da marca masculina OAMC. «Sentimo-nos orgulhosos e honrados por nos juntarmos a esta marca», afirmou o casal em comunicado conjunto. «Esperamos mostrar o carinho que temos por esta marca através do nosso trabalho e como a Jil Sander teve uma influência tão profunda nos nossos percursos», acrescentaram Luke e Lucie Meier. Da nova direção criativa, a diretora executiva da Jil Sander, Alessandra Bettari, adiantou esperar «a criação de coleções muito inteligentes», destacando «a visão moderna, coesa e em sintonia com aquilo que é relevante na atualidade».

4Loewe entra na casa

O designer Jonathan Anderson assumiu o leme criativo da Loewe há três anos e, em 2016, decidiu que era tempo da casa de luxo espanhola entrar no reino da decoração de interiores, porque, segundo o próprio, em declarações ao The Telegraph, «a casa nunca foi tão importante». A Loewe está, assim, a seguir os passos de outras marcas de moda que alargaram o portefólio de produtos, reposicionando-se com propostas de lifestyle. A estreia da Loewe na casa aconteceu durante a mais recente semana de design de Milão, evento anual que tem sido descrito como o “Glastonbury do design”, embora tenha duas vezes mais participantes. Bancos modulares inspirados pelo minimalismo americano, castiçais, tapetes e peças em carvalho esculpidas à mão fazem parte da coleção “Loewe: This is Home”, que tem por base diversas influências e uma panóplia de texturas e técnicas. A sua natureza eclética é uma expressão muito pessoal do génio criativo de Anderson. O designer declarou a propósito «gostar da ideia de que a moda possa explodir em casa, reunindo artesãos para criar novas formas físicas e aplicar artesanato a uma casa». Em apenas três anos, Jonathan Anderson redefiniu a marca espanhola, reforçando a sua reputação de artesanal dentro e fora do mundo da moda, participando nas duas últimas feiras de design de Miami e, também no ano passado, na semana de design de Milão. O próximo passo do diretor criativo da Loewe será a promoção do trabalho de artesãos qualificados através do novo prémio “Loewe Craft”. «Quando entrei, tinha essa fantasia de construir uma marca cultural», explica. «Quero articular a moda de uma forma diferente, e sinto que a casa nunca foi tão importante – gosto da ideia da vida modular. Quero explorar todas as formas de artesanato, mas de uma forma moderna», acrescenta.

5Coach e Rodarte juntas no verão

As duas marcas confirmaram recentemente os rumores que circulavam há meses e divulgaram a coleção-cápsula de 40 peças desenhada em parceria pelas irmãs Kate e Laura Mulleavy, da Rodarte, e pelo diretor criativo da Coach, Stuart Vevers. Segundo o comunicado divulgado pelas duas marcas, a coleção «visa capturar uma mistura de Nova Iorque e Los Angeles – o moderno versus o etéreo». «A abordagem conceptual da Rodarte ao estilo americano foi a lente perfeita para reinterpretar as peças nostálgicas da Coach», afirmou Vevers. A mistura de influências resultou numa coleção romântica e cool que respeita o ADN de ambas as marcas. Composta por vestuário e acessórios, a coleção conta com um total de 40 peças, entre vestidos, t-shirts, saias, sweatshirts e casacos. Referências vintage, com particular destaque para a estética da década de 1970, alimentaram os estampados e as aplicações das peças. A paleta de cores mantém-se sóbria e o leque de preços varia entre 295 e 1.900 dólares (aproximadamente entre 277 e 1.781 euros). A coleção vai estar disponível a partir do dia 14 de abril nos portais de comércio eletrónico das duas marcas e em retalhistas selecionados.

6Sport Zone abre loja em Loulé

A Sport Zone, insígnia de retalho da Sonae, abriu uma nova unidade em Loulé, reforçando a sua presença no Algarve. Com uma área de vendas de 193 m2, o espaço eleva para sete o número de lojas na região. A Sport Zone reabriu também a sua loja no Dolce Vita Tejo, na Amadora, que foi remodelada para incorporar o novo conceito da marca, já implementado no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, e no NorteShopping, em Matosinhos. Com 841 m2, a loja «aposta num espaço mais moderno, com ritmo, onde se vive a emoção do desporto e se desfruta de uma experiência de compra única», refere a Sport Zone em comunicado. Como forma de assinalar estas aberturas, a cadeia especializada em equipamento e vestuário desportivo vai oferecer em ambas as lojas 50% de desconto direto em artigos selecionados até 7 de maio.