Início Breves

Breves

  1. Latitid com morada fixa no Porto
  2. Consumidoras reduzem tendências
  3. Milano Moda Uomo já tem calendário
  4. Retalhistas querem tecnologia em movimento
  5. Destination Maternity em fusão com a Orchestra Prémaman
  6. Desaparecidos ativistas contra Ivanka Trump

1Latitid com morada fixa no Porto

Hoje, 7 junho, a Latitid inaugura a sua primeira loja física, tendo escolhido para localização a cidade do Porto. A marca portuguesa de biquínis e fatos de banho já estava disponível online e em pontos de venda multimarca selecionados, de norte a sul do país, mas decidiu oficializar a morada no número 81 da Rua Senhora da luz, no Porto. A marca de swimwear apresentou a 28 de março, na geladaria Artisani, em Lisboa, a coleção dedicada a esta estação quente, que bebeu inspiração em Capri. Os modelos pintados de branco, verde e azul têm nomes de mulheres icónicas de nacionalidade italiana, como Sophia Loren, Bianca Balti ou Monica Bellucci.

2Consumidoras reduzem tendências

Depois de conhecidas e dissecadas as muitas tendências-chave da estação segundo as capitais de moda internacionais, eis que chega a seleção das consumidoras sobre quais as que melhor se enquadram no guarda-roupa real, longe dos holofotes da indústria. De acordo com as plataformas da especialidade Lyst, Polyvore e Pinterest, para a primavera-verão 2017, as consumidoras já escolheram um reduzido grupo de macrotendências, que adicionaram aos seus guarda-roupas com a ajuda das reinterpretações do retalho. A primeira foram as saias em denim, cuja pesquisa cresceu 46% na plataforma Lyst e 51% no Pinterest. Logo depois surgiram as saias de inspiração havaiana e os fatos de banho – que destronaram os biquínis. Já as buscas por calças com o trendy padrão quadriculado cresceram 100% no Pinterest. Nos últimos meses, o Millennial Pink dominou a paleta de cor e, no calçado, os chinelos (slides) embelezados conquistaram as consumidoras online – os slides com pelo, em particular, subiram 327% em popularidade no Pinterest.

3Milano Moda Uomo já tem calendário

Logo depois da semana de moda de Londres (que acontece de 9 a 12 de junho) dedicada ao pronto-a-vestir masculino para a primavera-verão 2018, a comunidade moda ruma a Milão para mais quatro dias de desfiles, entre os dias 16 e 19 de junho. Marcas como Diesel Black Gold, Emporio Armani, Marni, Prada, Fendi, Philipp Plein, Daks e Damir Doma vão desvendar as respetivas propostas para a próxima estação quente na cidade italiana, com algumas das mostras a intersetar a coleção masculina e feminina na passerelle. Ermenegildo Zegna tem as honras de abertura do calendário e a Billionaire apaga a luz da Milano Moda Uomo. A moda homem faz depois escala em Paris, de 21 a 25 de junho, apresentando nomes como Dior Homme, Balmain, Louis Vuitton, Balenciaga, Berluti e Hermès no alinhamento.

4Retalhistas querem tecnologia em movimento

Os consumidores já exploraram todas as potencialidades dos seus dispositivos móveis, mas a maioria dos retalhistas ainda acredita que há margem para melhorias em relação ao seu uso da tecnologia. Apenas 9% dos retalhistas reconhece ter implementado tecnologias móveis nos seus pontos de venda com sucesso, com outros 20% a reconhecerem que são necessárias melhorias, de acordo com a Boston Retail Partners (BRP). Apenas 13% distribuíram soluções móveis pelos seus associados de vendas que funcionam bem, enquanto 36% acreditam que ainda há margem para melhorias. Apesar da sua insatisfação, a maioria dos retalhistas que ainda não implementou essas tecnologias móveis projeta oferecer tais soluções nos próximos três anos. 31% antecipam o prazo para 12 meses, 9% adiam-no para daqui a três anos. Globalmente, dentro de três anos, 89% dos retalhistas planeiam providenciar soluções móveis aos seus associados de vendas e 84% projetam ter uma solução móvel nos seus pontos de venda. Para conduzir o relatório, intitulado “The Mobile World of Retail”, a BRP inquiriu mais de 500 retalhistas norte-americanos.

5Destination Maternity em fusão com a Orchestra Prémaman

A norte-americana Destination Maternity revelou recentemente que a fusão com a francesa Orchestra Prémaman tem conhecido bons progressos e deverá estar fechada durante o terceiro trimestre fiscal de 2017 da empresa. O movimento, anunciado em dezembro último, vai gerar uma líder mundial de vestuário de maternidade e vestuário e acessórios para bebé e criança. A fusão vai ainda originar uma empresa com maior flexibilidade financeira, maior rede de distribuição e melhores recursos de aprovisionamento e coloca um ponto final a uma batalha de aquisição que se estendeu durante mais de um ano entre as duas empresas, com a Orchestra Prémaman, que tem uma participação de 13,3% na Destination Maternity, a pressionar a empresa. Espera-se que os negócios combinados tenham uma receita pró-forma de cerca de 1,1 mil milhões de dólares (aproximadamente 977 milhões de euros).

6Desaparecidos ativistas contra Ivanka Trump

Dois dos ativistas que investigavam as condições de trabalho numa empresa chinesa que produz calçado para a marca de Ivanka Trump foram detidos e um está desaparecido. A ONG China Labor Watch (CLW), que tem vindo a investigar as unidades fabris nos últimos meses, afirma que os seus ativistas descobriram evidências de que o grupo Huajian violava os direitos dos trabalhadores através de horas extraordinárias forçadas, salários abaixo do salário mínimo legal na China, abuso verbal por parte dos responsáveis de fábrica e outras violações dos direitos humanos. Dois dos seus investigadores – um dos quais estava a trabalhar infiltrado numa das unidades do grupo – foram detidos sob acusação de vigilância ilegal. Um terceiro está desparecido desde o final de maio. «Apelamos ao presidente Donald Trump, à própria Ivanka Trump e à empresa para defenderem e pressionarem a libertação dos nossos ativistas», implora a ONG. Ivanka Trump é a filha mais velha do presidente dos EUA e assessora da Casa Branca. A filha de Trump assina linhas de vestuário, acessórios e calçado, algumas delas produzidas na China.