Início Breves

Breves

  1. Nuvem de moda paira sobre a Première Vision Paris
  2. Saco de compras Balenciaga a 1.600 euros
  3. Prime Day volta a somar
  4. 5 livros de moda para ler à beira-mar
  5. Walmart apoia as mulheres
  6. Ora bolas no guarda-roupa

1Nuvem de moda paira sobre a Première Vision Paris

Orientada pelo slogan “Cloud of Fashion”, a próxima edição da Première Vision Paris abre as portas aos visitantes entre os dias 19 e 21 de setembro, no Parc des Expositions de Paris Nord Villepinte. A campanha «arrojada e inovadora, ecoa tanto a vitalidade revigorante a montante da indústria da moda como o objetivo do Grupo Première Vision de reunir toda a indústria em torno da inovação criativa, quer durante, quer fora dos salões», afirma a organização em comunicado. Com uma oferta crescente (+3,3% em relação a setembro de 2016) apresentada por 1.961 expositores, a Première Vision Paris «está a preparar uma edição rica e dinâmica, apesar de um contexto global complexo marcado por um mercado de moda em mudança e ameaças políticas, de segurança e económicas». A edição de setembro será ainda destacada por várias novidades em termos de oferta, bem como de experiências.

2Saco de compras Balenciaga a 1.600 euros

Depois da celeuma em volta da bolsa da Balenciaga inspirada pelo saco Frakta da Ikea, vendida pela marca de luxo por 2.400 vezes mais (ver Ikea dá troco à Balenciaga), a casa liderada pelo designer Demna Gvasalia voltou a deixar os cibernautas em polvorosa. O motivo? Uma bolsa, muito parecida com um saco de compras, com um preço de 1.830 dólares (aproximadamente 1.603 euros). Em vez de papel ou plástico, como os sacos de compras tradicionais, a bolsa é fabricada em Itália e 100% pele, com pormenores em prata. A proposta faz parte do “takeover” da Balenciaga às montras da icónica loja parisiense Colette.

3Prime Day volta a somar

A Amazon confirmou que a 3.ª edição do evento anual de promoções Prime Day foi a melhor, com as vendas a superarem todas as expetativas. A promoção de 30 horas, com descontos numa vasta gama de artigos, gerou cerca de mil milhões de dólares (aproximadamente 876 milhões de euros) em receitas, segundo as estimativas da Cowen & Co. e da JPMorgan e Chase & Co. Este valor representa o triplo da receita média diária do portal de comércio eletrónico em 2016, de acordo com dados compilados pelo Bloomberg. A compra mais popular durante a venda foi o Echo Dot da Amazon, com um desconto de 30%. O dia de promoções também fomentou um influxo de novos membros Prime. O serviço Amazon Prime custa 99 dólares por ano e oferece vantagens como o envio gratuito em dois dias para muitos artigos, além de música e vídeo. «Dezenas de milhões» de membros Prime fizeram uma compra durante a promoção este ano, mais de 50% acima do ano passado, revelou com a Amazon. A empresa usa o evento para converter o cliente ocasional num cliente fiel e isso significa que a Amazon pode sofrer perdas no dia da promoção e recuperar o dinheiro mais tarde com uma maior base de clientes leais. Conseguir fidelizar os clientes através de programas de adesão é um grande desafio para os retalhistas, mas a Amazon encontrou «uma fórmula vencedora com o Prime», afirmou Kirthi Kalyanam, diretora do Retail Management Institute.

45 livros de moda para ler à beira-mar

Documentos de arquivo, fotografias raras, histórias exclusivas e depoimentos de alguns dos novos ícones da indústria podem ser encontrados nas páginas das novas publicações de moda, todas lançadas a tempo de serem incluídas na bagagem para as férias estivais. “Where Stylists Shop: The Fashion Insider’s Ultimate Guide”, à venda online no portal Blackwell.co.uk, é um livro aconselhado aos amantes de compras, com coordenadas para compras à volta do globo sugeridas pela editora de moda do The Hollywood Reporter, Booth Moore. O volume “Dandy Lion: The Black Dandy and Street Style” reúne algumas imagens sobre o movimento “dandy”, que tem vindo a ganhar um novo fôlego nas últimas estações. As imagens foram cuidadosamente selecionadas por Shantrelle P Lewis, que abordou homens e mulheres em fato nos quatro cantos do mundo. “The Curated Closet: Discover Your Personal Style and Build Your Dream Wardrobe”, da blogger sediada em Berlim Anuschka Rees, é um guia prático para um guarda-roupa com personalidade. O livro “Mario Testino: Undressed”, disponível em Taschen.com, reúne as melhores imagens da exposição homónima do reputado fotógrafo. Já no campo dos novos ícones de estilo, o volume “Baddiewinkle’s Guide to Life” percorre os dias da avó mais famosa das redes sociais.

5Walmart apoia as mulheres

Recentemente, o gigante do retalho norte-americano Walmart apresentou o centro Women’s Empowerment Knowledge cujo objetivo é renovar o seu compromisso com a igualdade de género e capacitação feminina iniciado em 2011 com o lançamento da Global Women’s Economic Empowerment Initiative. Através da iniciativa, o Walmart «alavancou o aprovisionamento de empresas detidas por mulheres, capacitou mulheres nas cadeias de aprovisionamento de retalho através da formação em agricultura e gestão e promoveu a diversidade e a inclusão em equipas de fornecedores que apoiam o Walmart», segundo uma publicação da empresa assinada por Kathleen McLaughlin, diretora de sustentabilidade do Walmart e presidente da Walmart Foundation. Em 2017, o Walmart e a Walmart Foundation vão dar continuidade aos seus esforços de cinco anos para capacitar um milhão de mulheres em todo o mundo, ajudando-as no acesso aos mercados e a melhorar as suas oportunidades de carreira, divulgou a empresa no seu relatório de sustentabilidade. O esforço tem como foco os campos, fábricas e retalho em mercados emergentes e mulheres com rendimentos baixos nos EUA, de acordo com o relatório.

6Ora bolas no guarda-roupa

Segundo o portal de moda Refinery 29, as pintas regressam de cinco em cinco anos aos coordenados femininos. O motivo deste vaivém prende-se, adianta o portal, com a relação da ala feminina com aquele padrão – ora o adora, ora o avalia como aborrecido. Em 2017 – a tendência está já a ser incluída na coleção de outono de retalhistas como a Zara –, o padrão está de volta e a ser intercalado com as riscas e os florais, emprestando uma dose extra de retro aos coordenados femininos. Pequenas, grandes e mesmo exageradas, as bolas saltaram da passerelle do luxo para as montras da high street e quase todos concordam em termos de paleta de cor – o clássico preto e branco é o vencedor.