Início Breves

Breves

  1. Projeto da UBI para vestir aquém e além-fronteiras
  2. What´s Up – Olhar a Moda soma e segue
  3. Activewear exercita experiências
  4. Leitura em dia e na moda
  5. O futuro da Realidade Aumentada já chegou
  6. Valentim Quaresma ilumina Panamá

1Projeto da UBI para vestir aquém e além-fronteiras

A partir de hoje, 25 de outubro, e até 8 de janeiro de 2018, a Real Fábrica de Panos, na Covilhã, recebe a 2.ª edição do projeto “Xi-Coração”, promovido por Rafaela Norogrando (docente da Universidade da Beira Interior), com o apoio da instituição de ensino, através do Departamento de Ciência e Tecnologia Têxteis, e dos alunos da licenciatura de Design de Moda da Universidade da Beira Interior. Este projeto está integrado na iniciativa da Organização Não-Governamental (ONG) “Little Dresses for Africa”, já representada em vários países e que conta com milhares de voluntários que costuram peças de vestuário destinadas às crianças. Nesta 2.ª edição, que tem por título “Às Meninas e aos Nossos”, o projeto “Xi-Coração” dedica as peças de vestuário apresentadas «às raparigas de África, já na puberdade, e que veem, muitas vezes, a sua vida interrompida de forma abrupta», como se pode ler no comunicado enviado às redações. Este ano, os organizadores decidiram também ampliar a ação de responsabilidade social às vítimas dos incêndios que afetaram o território nacional e, durante a mostra, qualquer pessoa poderá doar peças de roupa que serão depois entregues às vítimas dos incêndios. Depois da exposição, algumas peças de roupa produzidas na unidade curricular de Design de Vestuário serão entregues à “Little Dresses for Africa”, que as encaminhará para diversos orfanatos no continente africano.

2What´s Up – Olhar a Moda soma e segue

O programa de moda está de regresso para a sua 4.ª temporada, agora com novo horário, sábado ao início da tarde, na RTP2. No primeiro programa da nova temporada, que acontece este sábado, o What’s Up – Olhar a Moda viaja pelo mundo, mostrando as últimas tendências da moda nacional. Com arranque no Dubai, o programa parte à descoberta de uma das capitais do luxo no plano de moda internacional. Prossegue no Reino Unido, onde acompanha o roteiro internacional do Portugal Fashion na Semana da Moda de Londres. Em Madrid, o repórter Renato Duarte convida a uma investida pelas ruas comerciais da capital espanhola e leva-nos a conhecer os novos empreendedores portugueses. A finalizar, o What’s Up aterra em Nova Iorque e conta-lhe a história de Alécia Morais, a manequim cabo-verdiana que está a encantar aquele mercado. Depois de trabalhar para grandes nomes da moda como Chanel, Dior, Tom Ford ou Louis Vuitton, a modelo está prestes a integrar um dos mais mediáticos eventos de moda: o desfile da Victoria’s Secret. Apresentado por Ana Viriato, o What´s Up – Olhar a Moda é promovido pela Apiccaps – Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos em parceria com a RTP e conta com o apoio do Programa Compete 2020.

3Activewear exercita experiências

Estúdios de fitness em loja, clubes e atividades ao ar livre, de que são exemplo os campos de treino, são algumas das propostas das marcas de activewear para atrair os clientes em busca de experiências. Com uma imagem de marca forte e uma presença ativa nas redes sociais, a Outdoor Voices promove experiências para reunir os clientes, encorajando-os a experimentar o produto em primeira mão. Em sintonia com a sua hashtag #doingthings, os eventos organizados procuram que os clientes se mantenham ativos, física e socialmente. De igual forma, para coincidir com o lançamento da sua recente coleção de montanhismo, a Outdoor Voices anunciou o início do seu clube de montanhistas, OV. A Cotopaxi é outra marca norte-americana que partilha o mesmo sentido de diversão, mas com uma aposta ainda mais firme no outdoor, incentivando a sustentabilidade e um envolvimento com comunidades e diferentes ambientes exteriores. Os produtos são coloridos, unindo estética e performance, e vestidos em festivais ou nas montanhas.

4Leitura em dia e na moda

Antecipando a lista de pedidos natalícios, há três novos livros de moda nas prateleiras, entre biografias de designers e o descortinar de alguns detalhes dos bastidores da indústria. “Tales of Endearment: Modern Vintage Lovers and their Extraordinary Wardrobes”, de Natalie Joos, tem data de publicação prevista para 7 de novembro e procura chamar a atenção do leitor para a perda progressiva da ligação emocional entre o consumidor e a roupa que veste. Publicado pela Rizzoli, também no próximo mês, “Dresses to Dream About by Christian Siriano” propõe uma viagem pelo processo criativo do designer, incluindo esboços e vários pormenores sobre um dos nomes mais citados na passadeira vermelha. Já publicado, “Zero”, de Maria Cornejo, é uma imersão na carreira da designer e permite conhecer a evolução da marca de estética minimalista sediada em Nova Iorque, de 1997 até 2017.

5O futuro da Realidade Aumentada já chegou

A Mastercard, em parceria com a Saks Fifth Avenue, a Qualcomm e o Osterhout Design Group, apresentou recentemente em Las Vegas uma experiência de compras recorrendo à tecnologia de Realidade Aumentada (RA) que permite que os utilizadores paguem as suas compras na plataforma Masterpass com autenticação através de um scanner ótico. Nesta experiência, um cliente da Saks pode também usar óculos de RA para ver peças de roupa numa prateleira da loja, selecionar os artigos que pretende comprar, receber recomendações sobre as peças de vestuário ou acessórios relacionados e aceder a mais informações sobre os produtos. A Mastercard não revelou ainda quando a tecnologia vai estar disponível nas lojas Saks ou noutros retalhistas, mas a TechRepublic anunciou que o programa piloto que envolve a Saks pode arrancar já no próximo ano. A tecnologia de RA não é nova, todavia, no campo do retalho esta pode ser uma abordagem disruptiva em relação ao que tem vindo a ser apresentado.

6Valentim Quaresma ilumina Panamá

Depois do Brasil e de Hong Kong (ver Valentim Quaresma sem fronteiras), o designer português de joalharia contemporânea Valentim Quaresma fez recentemente uma nova viagem, desta vez tendo o Panamá como destino. O trabalho e expressividade artísticos de Valentim Quaresma, característicos pela relação entre a moda e a arte, levaram-no a ser convidado a integrar a Semana de Moda do Panamá, naquela que foi a primeira abertura do evento à participação de designers internacionais. «Fui convidado e achei interesse», afirmou o designer ao Portugal Têxtil, pouco antes de embarcar na nova aventura internacional. A semana de moda decorreu de 12 a 14 de outubro, tendo a coleção de Valentim Quaresma sido apresentada em desfile no sábado, 14. A coleção “Carnal”, dedicada à primavera-verão 2018 e já desvendada na ModaLisboa (ver Uma luz que nunca se apaga), é inspirada pela fusão da luxúria e do romantismo num ambiente oriental. Nos materiais destacaram-se, na joalharia, a filigrana industrial, fotografia, plexiglas, pedras e latão e, no vestuário, os brocados, algodão e malhas. Na paleta de cores sobressaíram o preto, castanho, bege, vermelho e ouro.