Início Breves

Breves

  1. Open Day de Confeção no Modatex
  2. Berg Outdoor investe no algodão orgânico
  3. Imauve anuncia primavera
  4. Adidas cada vez mais digital
  5. Hermès comprometida com o “made in France”
  6. Penas voam nos dias quentes

1Open Day de Confeção no Modatex

Para dar a conhecer a sua formação, o Modatex promove, durante este ano, várias edições do Open Day, uma iniciativa gratuita e dirigida a quem tem interesse nesta área. Assim, no próximo dia 20 de abril, entre as 10 e as 12 horas, terá lugar o Open Day de Confeção. «Numa altura em que a necessidade de recursos humanos qualificados é cada vez maior, o sector ITV oferece boas perspetivas de carreira para quem pretende iniciar um percurso profissional nesta área. O ingresso no mercado de trabalho e a progressão na carreira dependem, em grande medida, dos conhecimentos adquiridos durante a formação e o Modatex é o local ideal para aprender toda a componente prática necessária para desenvolver uma atividade profissional neste sector», afirma a instituição de ensino em comunicado. Os participantes podem conhecer as salas de formação, bem como o atelier e a oficina. Os formadores e formandos vão dar a conhecer a atividade formativa das áreas de Modelação e Confeção e ajudarão os visitantes a confecionar um pequeno brinde. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia através do website do Modatex.

2Berg Outdoor investe no algodão orgânico

A marca portuguesa de artigos para desporto e ar livre acaba de apresentar a sua primeira coleção-cápsula sustentável de algodão orgânico. Totalmente produzida em Portugal, a nova coleção “Organic Cotton” representa o espírito inovador da Berg Outdoor e assinala um passo importante no compromisso da marca de reduzir a sua pegada ecológica. «Além de ambientalmente sustentável, o algodão orgânico destaca-se ainda por ser hipoalérgico, com um tecido natural, suave e inofensivo para a pele sensível», destaca a Berg Outdoor. A “Organic Cotton” inclui peças suaves e capazes de oferecer um conforto máximo, sendo composta por sweatshirts, camisolas e t-shirts, para homem e mulher. Toda a coleção foi desenhada e produzida em território nacional, sobressaindo os tons branco, cinzento, azul, caqui e rosa. «Já disponível em exclusivo na loja online, este lançamento especial reforça o posicionamento da Berg Outdoor enquanto marca moderna e atenta às novas tendências e exigências do consumidor, e que tem como objetivo oferecer produtos para desporto e ar livre da máxima qualidade e conforto», explica a Berg Outdoor.

3Imauve anuncia primavera

Amanhã, 12 de abril, a marca Imauve apresenta a coleção primavera-verão, “Birds of Paradise”, no evento “Girls Just Want To Have Fun!”, promovido pela Loja das Meias, no Amoreiras Shopping Center, em Lisboa. O evento decorrerá entre as 12 e as 20 horas e promete ofertas especiais e muitas surpresas. A Imauve apresentou a coleção na plataforma LAB da ModaLisboa, em outubro de 2017. Inês de Oliveira, designer e fundadora da marca, inspirou-se na obra cinematográfica de Emir Kusturica, “On The Milky Road”, e propôs «um regresso ao natural», através de uma coleção marcada por «elementos militares e silhuetas retilíneas que contrastam com a suavidade de formas mais fluidas e transparências». Uma paleta de tons terra (verde azeitona, amarelo torrado, damasco), pontuada por branco, lilás e azul noite compõe o universo gráfico de “Birds of Paradise”.

4Adidas cada vez mais digital

A marca desportiva confirmou recentemente a vontade de encerrar algumas lojas físicas e a ambição de duplicar as vendas no canal online. Numa entrevista ao jornal Financial Times, o presidente executivo da Adidas, Kasper Rorsted, declarou que a morada digital da marca é «a loja mais importante» da Adidas à escala global. Por isso, a gigante desportiva alemã está a reforçar os recursos alocados ao canal online, prevendo a contratação de 200 trabalhadores. O objetivo é mais do que duplicar as receitas das vendas digitais, para 4 mil milhões de euros, até 2020. Como parte dos esforços da empresa, a Adidas lançou uma app para smartphone que permite um elevado grau de personalização aos utilizadores. A app já foi lançada nos EUA, no Reino Unido e na Alemanha e deverá estar brevemente disponível em França, Espanha e Canadá.

5Hermès comprometida com o “made in France”

A casa de moda francesa confirmou, na semana passada, a abertura de uma nova unidade produtiva em solo francês, numa altura em que rivais como a Louis Vuitton expandem também a produção de artigos de couro para dar resposta à crescente procura chinesa. A Hermès é o epíteto do “made in France” e conhecida por atrair longas listas de espera. Tal como muitas das suas arquirrivais, a marca tem lucrado com o apetite voraz dos consumidores asiáticos e o ano de 2017 não foi exceção, catapultando as vendas e lucros da Hermès para níveis recorde. No quarto trimestre, contudo, o crescimento das vendas desacelerou ligeiramente em relação aos três meses anteriores. A Hermès, adiantou, entretanto, que a sua 16.ª unidade produtiva de artigos de couro, localizada não muito longe da cidade de Mulhouse, iria envolver 260 especialistas com formação para produzir uma bolsa do início ao fim. A Louis Vuitton pretende também aumentar a produção de artigos de couro com, pelo menos, duas novas unidades – inauguradas entre 2018 e 2019. A Hermès planeia a abertura de outros dois locais de produção em França até 2020, garantindo atualmente cerca de 3.310 postos de trabalho na produção de artigos de couro.

6Penas voam nos dias quentes

Numa reminiscência dos “loucos anos 1920”, as penas são o acessório-chave dos dias quentes de 2018. As sandálias ganham uma dose de dramatismo extra, as bainhas dos vestidos tubo ganham movimento e os jumpsuits – que estão de regresso para o verão – ganham textura. Reservadas a momentos festivos, as penas estão a ser apresentadas em coleções de marcas como a Topshop e a Zara, surgindo nos clássicos preto e pérola, mas também em tons mais fortes, como o rosa e o amarelo. Nos acessórios, os brincos e as clutches de penas são a porta de entrada para a tendência que transporta o guarda-roupa para o universo de “O grande Gatsby”, a obra-prima literária de F. Scott Fitzgerald.