Início Breves

Breves

  1. ICAC baixa estimativa do preço do algodão
  2. Wrong Weather inspira-se na música
  3. Tommy Hilfiger lança jeans reciclados
  4. Estreia de Riccardo Tisci marca nova era na Burberry
  5. ITG rebatizada Elevate Textiles
  6. Under Armour cria fatos espaciais para a Virgin Galactic

1ICAC baixa estimativa do preço do algodão

O grupo intergovernamental International Cotton Advisory Committee (ICAC) baixou a estimativa do preço do algodão para a época 2018/2019, depois de avisar que a produção de algodão deverá diminuir pela primeira vez em três anos. As previsões do ICAC têm um intervalo de confiança de 95%. No relatório para o mês de janeiro, o organismo definiu a estimativa de preço do algodão para 2018/2019 em 86 centavos por libra (aproximadamente 99 cêntimos) abaixo dos 89 centavos calculados em dezembro de 2018. A previsão, cuja gama de preços varia entre os 75 e os 100,21 centavos, tem como base um consumo mundial de algodão de 26,7 milhões de toneladas; com stocks mundiais finais de 18,2 milhões de toneladas e o comércio mundial a totalizar 9,4 milhões de toneladas. Além disso, os resultados têm como base um consumo de algodão na China de 8,45 milhões de toneladas, stocks finais no país asiático de 7,66 milhões de toneladas e importações mundiais de algodão de 1,6 milhões de toneladas. Na sua edição anterior, o ICAC referiu que a produção global deverá diminuir na temporada 2018/2019 pela primeira vez em três anos, enquanto as reservas da China deverão atingir os níveis mais baixos desde 2011/2012.

2Wrong Weather inspira-se na música

O álbum Re:member, do músico Ólafur Arnalds, é a designação e a inspiração da nova coleção cápsula lançada na retalhista portuguesa. A fazer 10 anos, a Wrong Weather celebra a efeméride com a coleção WW X ÓA, uma colaboração com o artista islandês. «O lançamento da coleção é uma lembrança da história, bem como um reconhecimento e valorização do crescimento contínuo do artista na última década, na vanguarda da arte e da música clássica moderna», refere a insígnia dedicada ao universo masculino. Multi-instrumentista e produtor já distinguido com um BAFTA, Ólafur Arnalds, é «a personificação exemplar na música do que a Wrong Weather defende no design de moda e na arte», afirma a Wrong Weather. A música do álbum, lançado em 2018, é reinterpretada em estampados numa coleção de duas t-shirts brancas e uma sweatshirt preta. As peças apresentam pinceladas contínuas que cobrem a parte superior do tórax na sweatshirt preta e numa estampagem por todo o corpo na t-shirt branca. Ambas as peças têm as letras do álbum Re:member na parte inferior das costas. Na t-shirt branca, o estampado geométrico sobre o algodão reforça o conceito de espaço, com a própria caligrafia de Ólafur, lendo-se “Ekki Hugsa”, que em português significa “não penses”. Todas as peças têm o logótipo ÓA X WW bordado no ombro superior esquerdo. A coleção cápsula está disponível desde 25 de janeiro na loja no Porto, no canal online da marca e nos concertos do músico. A digressão mundial de Ólafur Arnalds passará por Portugal, com atuações agendadas para 10 março no Theatro Circo, em Braga, 11 de março na Casa da Música, no Porto, e 13 de março no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

3Tommy Hilfiger lança jeans reciclados

A marca norte-americana do grupo PVH Corp anunciou o lançamento dos primeiros artigos denim com algodão 100% reciclado, na coleção Tommy Jeans da primavera 2019. O denim que a Tommy Hilfiger irá utilizar resulta uma investigação no PVH Denim Center, um centro com sede em Amesterdão que se dedica à definição de novos padrões para a produção sustentável de denim. «Criar um fio de algodão completamente reciclado, em grande escala, de acordo com os padrões de qualidade da Tommy Hilfiger, foi quase impossível. Temos uma responsabilidade para com as gerações futuras de produzir produtos de modo a proteger o ambiente», afirma o fundador da marca, Tommy Hilfiger, citado pelo Sourcing Journal. «Começando pelo modo como desenhamos e produzimos alguns dos nossos produtos denim, queremos inspirar os consumidores a fazerem mudanças rumo à sustentabilidade», acrescenta. Os jeans foram produzidos com restos de algodão, recolhidos de salas de corte e do chão de fábricas e, posteriormente, reciclados através um processo mecânico que utiliza menos água e químicos, o que reduz o desperdício e gera menos dióxido de carbono. A linha de costura utilizada é 100% plástico reciclado de garrafas, os botões foram aproveitados de stock usado em estações anteriores e as etiquetas são de papel reciclado. Além do mais, o acabamento de cada produto é efetuado por laser, uma alternativa eficiente e sustentável aos acabamentos manuais, que está a ser utilizada por gigantes do denim como a Levi’s. Esta primeira coleção inclui mom jeans, um casaco oversize unissexo e jeans skinny. Rumo à sustentabilidade, a PVH Corp garante que o denim sustentável fará parte das coleções de todas as estacões da Tommy Jeans.

4Estreia de Riccardo Tisci marca nova era na Burberry

A casa de moda britânica apresentou a campanha da coleção primavera-verão 2019, que celebra a mistura de tradições e criatividade e a essência do Reino Unido, segundo o diretor criativo Riccardo Tisci. «O que mais me entusiasma na Burberry é o quão inclusiva a marca é – apela a todos, não importa a idade, posição social, etnia e género. Como tal, quando estava a pensar na minha primeira campanha para a marca, sabia que queria trabalhar com uma seleção de profissionais que me ajudassem a traduzir o que esta incrível casa representa para tantas pessoas diferentes – do millennial ao clássico, do britânico ao internacional», explica. Por consequência, o criador de moda reuniu seis fotógrafos – Nick Knight, Danko Steiner, Hugo Comte, Colin Dodgson, Peter Langer e Letty Schmiterlow – de diferentes nacionalidades, «para interpretar esta nova era da Burberry e os homens e mulheres de várias gerações para quem falamos, tudo através dos seus olhares únicos. São imagens que têm confiança e força para se destacarem de forma individual, mas é quando se juntam que nos revelam a diversidade, o ecletismo e a beleza da Burberry», resume Riccardo Tisci. A campanha é protagonizada por nomes como Stella Tennant, Fran Summers, Irina Shayk ou Choi Sora e a TB Bag é apresentada numa variedade de cores e estilos, incluindo numa bum bag e numa clutch envelope. A bolsa, uma das primeiras peças desenhadas por Tisci para a Burberry, celebra o legado da marca, referenciando as iniciais de seu fundador Thomas Burberry. «Pensei muito em viagens quando comecei a desenhar a minha primeira coleção para a Burberry. Desde a minha jornada pessoal de regresso a Londres, 20 anos após ter mostrado a minha coleção de pós-graduação aqui, e onde estou hoje. Também me inspirei no quanto Londres – a cidade que me fez sonhar em ser designer – evoluiu. Este desfile é uma celebração das culturas, tradições e códigos desta histórica casa de moda e do ecletismo que compõe o Reino Unido, incrivelmente diverso», sublinha o diretor criativo da Burberry.

5ITG rebatizada Elevate Textiles

O International Textile Group (ITG) mudou o seu nome para Elevate Textiles, depois de ter integrado a American & Efird (A&E), produtora em fios para bordar e linhas de costura, no seio do grupo. A transição acontece sob a liderança da Platinum Equity, que comprou a ITG em 2016 e a A&E em 2018. A nova designação aponta a Elevate Textiles como empresa mãe da A&E, Burlington, Cone Denim, Gütermann e Safety Components, que servem cerca de 25 mil clientes em mais de 100 países de seis continentes. A sede ficará estabelecida em Charlotte, na Carolina do Norte, nos EUA, com as respetivas divisões em Greensboro e Mount Holly. «A Elevate Textiles oferece uma nova e inovadora abordagem ao sector têxtil, fornecendo soluções de fios e tecidos a nível mundial. Como plataforma consolidada, a Elevate Textiles vai continuar a primar pela excelência, segurança e sustentabilidade nas operações, com uma abordagem integrada da I&D, da cadeia de aprovisionamento e das aquisições. A empresa está comprometida em crescer através da colaboração dos consumidores, do desenvolvimento inovador de produtos e da entrega de soluções de qualidade excecional a nível global», afirma a Elevate Textiles.

6Under Armour cria fatos espaciais para a Virgin Galactic

O vestuário e calçado da gigante desportiva norte-americana vai chegar ao espaço, no âmbito de uma parceria com a empresa espacial Virgin Galactic, cuja missão é criar fatos espaciais para passageiros e pilotos. A colaboração irá também permitir à Under Armour desenvolver uniformes para a equipa de engenheiros, treinadores de astronautas, operadores de controlo de missões, na sua sede em Spaceport America, nos EUA. Fundada por Richard Branson e detida pelo Virgin Group e pelo Mubadala Investment Group, a Virgin Galactic refere-se à Under Armour como a sua «parceira exclusiva de fatos para serem usados no espaço», numa colaboração que pretende tirar partido dos conhecimentos da marca desportiva de vestuário e calçado. «Trabalhar com Richard Branson e a Virgin Galactic é uma oportunidade única na vida, que entusiasmou toda a equipa da Under Armour espalhada pelo mundo. Este é um ótimo desafio para testar a nossa inovação ao mais alto nível e continuar a elevar os limites da performance humana», revela Kevin Plank, CEO da marca norte-americana. Toda a gama de vestuário e calçado será apresentada ainda este ano.