Início Breves

Breves

  1. UModa sensibiliza para o ambiente
  2. EUA suspendem taxas sobre importações do México
  3. Farfetch e Gucci criam conteúdo
  4. Exportações de vestuário da Turquia em alta
  5. A face solidária da Zippy
  6. Gio Rodrigues aposta na personalização de calçado

1UModa sensibiliza para o ambiente

Os finalistas da licenciatura de Design e Marketing de Moda da Universidade do Minho apresentaram as suas coleções de final de curso na quarta edição da UModa, um evento organizado pela turma de mestrado de Design de Comunicação de Moda. O desfile, que decorreu na passada sexta-feira, na Universidade do Minho, em Guimarães, teve como tema “Acqua Viva” e contou com a apresentação de mais de 80 criações distribuídas por seis coleções, batizadas de “Interitus”, “Wken”, “Human route”, “Waters of destruction”, “Dystopic ocean” e “Life thread”. Nesta edição, os futuros designers de moda apostaram em coleções maioritariamente focadas na sensibilização para os problemas ambientais, nomeadamente a poluição aquática. O objetivo deste evento foi, uma vez mais, dar a conhecer os jovens designers, através da apresentação dos trabalhos realizados durante o ano letivo, às empresas do sector e à comunidade em geral.

2EUA suspendem taxas sobre importações do México

O presidente dos EUA, Donald Trump, «suspendeu indeterminadamente» as recentes taxas propostas sob as importações mexicanas, depois da assinatura de um acordo entre as duas partes. Recorde-se que Donald Trump propôs que, a partir de 10 de junho, fossem aplicadas taxas de 5% em todas as importações mexicanas. Segundo o governo dos EUA, as taxas seriam aumentadas para 10% a 1 de julho, a 1 de agosto poderiam chegar aos 15%, a 1 de setembro aos 20% e a 1 de outubro aos 25%, caso o governo mexicano não tomasse medidas para «reduzir ou eliminar o número de imigrantes ilegais» que rumam aos EUA. A notícia foi recebida com resistência por parte da ITV do país, que revelou as suas preocupações numa carta endereçada ao presidente norte-americano. Na rede social Twitter, Donald Trump anunciou a suspensão das taxas, revelando que os EUA assinaram um acordo com o México. «As taxas que seriam impostas a partir de segunda-feira estão indeterminadamente suspensas. O México concordou em tomar medidas para travar a imigração ilegal mexicana. Os detalhes do acordo serão divulgados brevemente pelo Departamento de Estado dos EUA», escreveu. Seguiu-se um comunicado oficial do Departamento de Estado os EUA que refere que os EUA e o México se reuniram para debater a questão dos «desafios partilhados da imigração irregular. Ambos os países reconhecem a importância de resolver rapidamente a emergência humanitária e a situação de insegurança. Os governos dos EUA e do México irão trabalhar em conjunto para implementar uma solução durável».

3Farfetch e Gucci criam conteúdo

A tecnológica fundada pelo empresário português José Neves investiu fortemente em marketing de conteúdo este ano, usando-o como uma forma de fazer chegar os produtos mais facilmente aos consumidores. O próximo passo nesta área é uma colaboração com a Gucci. «Trata-se da primeira colaboração do género, através da Farfetch Communities, que irá permitir aos clientes e aos amantes da Gucci descobrir as coleções da casa de moda através do olhar de outras pessoas», explica a Farfetch. Ao longo dos próximos oito meses, conteúdo exclusivo criado pela comunidade servirá para «convidar os clientes da Farfetch às cidades e às habitações de influenciadores de oito locais do mundo», revela a empresa. A iniciativa é designada por “Farfetch and Gucci Open House” e contará com a colaboração de pessoas de Paris, Milão, Tóquio, Chicago, Toronto, Los Angeles, Rio de Janeiro e Londres, que darão as boas vindas aos amantes da Gucci nas suas casas «para partilharem o seu estilo e inspiração».

4Exportações de vestuário da Turquia em alta

De acordo com os novos dados da Associação de Exportadores de Vestuário de Istambul (IHKIB), a Turquia registou uma subida de 0,7% nas exportações de vestuário, para 6 mil milhões de dólares (cerca de 5,3 mil milhões de euros), nos primeiros quatro meses do ano. No período entre janeiro e abril de 2019, os países que importaram maiores volumes de vestuário da Turquia foram a Alemanha (no valor de 995,6 milhões de dólares), a Espanha (no correspondente a 783,8 milhões de dólares) e o Reino Unido (no valor de 627,1 milhões de dólares). Seguiram-se a Holanda, a França e os EUA. O vestuário representou 10,1% do total das exportações entre janeiro e abril. Só em abril, as exportações de vestuário da Turquia subiram 3% em relação ao ano passado, para 1,5 mil milhões de dólares. Neste relatório, a IHKIB aponta que o crescimento do sector do vestuário enfrentou maior pressão de «mais problemas geopolíticos e políticos» do que nos meses anteriores, incluindo a desaceleração da economia na União Europeia e a guerra comercial entre os EUA e a China.

5A face solidária da Zippy

A marca de moda infantil da Sonae juntou-se a Maria Guedes, autora do blogue Stylista, para desenvolver uma coleção de t-shirts, de edição limitada, em que a maior parte do lucro vai reverter a favor da Fundação Make-a-Wish Portugal. A coleção, com peças a pensar no verão, foi desenhada por Maria Guedes e totalmente produzida em Portugal. A iniciativa solidária, que contribui para a realização de desejos de crianças que sofrem de doenças graves, conta com opções para mãe, rapaz e menina. Em cada etiqueta, é visível o valor doado e quais os custos associados à produção de cada peça. A linha já está disponível na loja online da Zippy.

6Gio Rodrigues aposta na personalização de calçado

A celebrar 20 anos de carreira, o designer assinalou as celebrações com a apresentação de uma nova coleção de sapatos totalmente personalizáveis batizada and I Wonder by Gio Rodrigues. Segundo o designer, a coleção nasce de uma necessidade. «As clientes estão cada vez mais exigentes e procuram sempre algo muito específico. Com a and I Wonder, poderão construir o seu sapato como se de um lego se tratasse. Podem escolher o modelo, a cor, o salto, a compensação… Se for algo que não existe, nós fazemos existir», garante. A partir de moldes já existentes ou dos protótipos criados por Gio Rodrigues, cada cliente poderá personalizar o seu sapato, de acordo com os seus gostos e particularidades. O salto, a altura do salto, a compensação, as aplicações e os acessórios fazem parte dos elementos personalizáveis. A customização poderá ser feita nas lojas Gio Rodrigues no Porto e em Lisboa. Os preços partem dos 260 euros.