Início Breves

Breves

  1. Olicargo prepara transporte para Angola
  2. Consumidores querem ser entretidos
  3. Levi’s aposta na performance
  4. Crianças procuram compras online
  5. Nike celebra mês do orgulho LGBTQIA+
  6. Applied DNA monitoriza poliéster reciclado

1Olicargo prepara transporte para Angola

A transportadora, que opera em 190 países, está a preparar a próxima saída em transporte marítimo para Angola, com paragem em Luanda, Lobito, Cabinda, Soyo e Namibe. A partida está agendada para 26 de junho a partir do Porto de Leixões, com as mercadorias para transporte a deverem ser entregues até 19 de junho, em Lisboa, ou 21 de junho, em Leixões. A Olicargo prevê um tempo de trânsito até Luanda de 20 dias, com a chegada prevista a 23 de julho. Além do transporte, a empresa, que também tem disponíveis outros tipos de envio, por via terrestre e aérea, presta serviços de consultoria técnica e aduaneira em Portugal e Angola. Mais informações sobre o transporte para Angola podem ser obtidas através do email comercial@olicargo.com.

2Consumidores querem ser entretidos

Um novo relatório revela que a alimentação e as bebidas, assim como o entretenimento estão a “roubar” cada vez mais tempo e dinheiro aos consumidores que frequentam centros comerciais. O mais recente relatório do International Council of Shopping Centers’ (ICSC) conclui que, desde janeiro, o número de consumidores norte-americanos que gastam dinheiro em serviços de alimentação e bebidas (81%) é ligeiramente mais alto do que os que compram artigos nos retalhistas tradicionais (80%). O ICSC indica que os espaços estão a tornar-se cada vez mais focados nos consumidores, com os centros comerciais «posicionados unicamente para servir a comunidade e não serem apenas espaços onde os consumidores podem adquirir produtos». O relatório também aponta que 38% dos adultos norte-americanos gastam agora mais dinheiro em alimentação e bebidas em estabelecimentos comerciantes. Metade dos consumidores pede ainda mais opções de alimentação em centros comerciais e 40% exigem mais espaços de lazer e entretenimento. Com foco na saúde, cada vez mais os consumidores aderem a ginásios e clínicas médicas que se fixem em centros comerciais. 36% admitem fazê-lo agora mais do que há dois anos e, relativamente apenas aos millennials, essa percentagem sobe para 47%. Contudo, as lojas físicas ainda são apelativas para uma ampla camada dos consumidores, com 79% dos inquiridos a admitirem ter visitado lojas físicas com a mesma ou mais frequência nos últimos dois anos.

3Levi’s aposta na performance

O grupo norte-americano lançou uma nova linha, batizada Performance Denim, composta por dois novos modelos masculinos: o Levi’s Advanced Stretch Jeans e o Levi’s All Seasons Tech Jeans. A Levi’s refere que, «graças às mais recentes inovações tecnológicas em denim», os novos modelos «prometem ser os melhores amigos de todos homens. São versáteis e perfeitos para qualquer situação». Em relação aos Levi’s All Seasons Tech Jeans, a gigante norte-americana explica que este modelo apresenta «denim respirável quando exposto a altas temperaturas, elevada capacidade de absorção da humidade e retenção do calor quando exposto a baixas temperaturas». Já o modelo Advanced Stretch Jeans «oferece denim 35% mais flexível, grande capacidade de recuperação da forma e não se deforma nas zonas de maior tensão», garante a gigante do denim. Na sua mais recente campanha, para demonstrar os benefícios da nova linha de jeans, a Levi’s desafiou dois homens portugueses – Tiago Freixo da Timeless Garage e Luca Bordino do Maxime Restaurante-Bar – a experimentar os novos modelos e a partilhar as suas histórias.

4Crianças procuram compras online

De acordo com a Kaspersky, as crianças estão a tornar-se cada vez mais ativas na procura de sites de comércio eletrónico, em comparação com o mesmo período de 2018. Segundo um estudo da multinacional de cibersegurança, as crianças estão cada vez mais interessadas em navegar e, por vezes, em comprar online. O estudo mostra que o crescente interesse das crianças por sites de comércio eletrónico é uma tendência mundial, mas que a sua extensão varia em função da localização. A maior fração de pesquisas de compras online foi registada na Rússia e na CEI – Comunidade de Estados Independentes (em 23%), seguindo-se a América do Norte (15%), a Europa e o Médio Oriente (ambos com 11%), a Ásia e a América Latina (as duas regiões com 9%). As lojas online mais procuradas pelos mais jovens, a nível mundial, incluem o AliExpress, a Amazon e o Ebay. Quanto a marcas, as mais procuradas são a Nike, Adidas, Apple, Samsung, Gucci, Supreme, Zara e Bershka. «A internet oferece muitas oportunidades para crianças e jovens e, por isso, vemos muitos deles a tornarem-se uma audiência significativa para as lojas online. Independentemente de gastarem ou não dinheiro, precisam do apoio e orientação dos adultos para os ajudar a evitar conteúdos impróprios, perder dinheiro ou partilhar desnecessariamente dados pessoais», afirma Alfonso Ramirez, Diretor Geral na Kaspersky Iberia.

5Nike celebra mês do orgulho LGBTQIA+

Mais de 40 anos depois, a bandeira colorida continua a ser o símbolo da união da comunidade LGBTQIA+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgéneros, Queers. Intersexuais e Assexuais). Para celebrar o impacto do criador da bandeira, o ativista político e designer Gilbert Bake, a marca norte-americana lançou a coleção Be True 2019. Os quatro modelos da nova coleção representam a bandeira original, de oito cores, nomeadamente rosa, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul turquesa, azul e violeta. A coleção conta com os modelos Air Max 720, Air Tailwind 79, Zoom Pegasus Turbo e Benassi JDI. A celebrar o mês do orgulho LGBTQIA+, a coleção já está à venda online.

6Applied DNA monitoriza poliéster reciclado

A Applied DNA está a ampliar a sua tecnologia de identificação molecular, incluindo a autentificação do poliéster reciclado, numa altura que as marcas optam, cada vez mais, por esta matéria-prima. A empresa destaca que a tecnologia CetainT pode providenciar provas de que o vestuário contém o material. Atualmente, a CetainT é usada para autenticar algodão e poliéster. A tecnologia permite às empresas designar uma etiqueta molecular identitária que representa especificamente o material etiquetado: por exemplo, o local onde foi produzido, a marca, a linha do produto e mesmo a data de produção. A Applied DNA revela que a etiqueta pode ser usada numa ampla variedade de materiais reciclados, incluindo polímeros como o plástico PET, o polipropileno, o polietileno e acrílicos. As etiquetas são posteriormente testadas, seja em laboratório ou no terreno, dependendo do tipo de material e dos requisitos dos clientes. «A partir de 2018, a empresa começou a trabalhar com parceiros fiáveis da indústria para criar uma cadeia de aprovisionamento de ciclo fechado, integrada, para servir empresas da Ásia, da América e da região EMEA (Europa, Médio Oriente e África)», explica Wayne Buchen, vice-presidente de vendas estratégicas da Applied DNA.