Início Breves

Breves

  1. Houdini aposta em tecnologia da Gerber
  2. iTechstyle Summit 2020 procura inovadores
  3. MAR Shopping Matosinhos escolha número um do consumidor
  4. Just Happy Days lança projeto que apoia evolução demográfica
  5. Portugal inspira campanha para sector do calçado
  6. O direito da moda no dia 29

1Houdini aposta em tecnologia da Gerber

A Houdini Sportswear selecionou o software de gestão do ciclo de vida do produto YuniquePLM, da Gerber Technology, para melhorar a eficiência e a transparência dos seus processos produtivos. Ao implementar a nova tecnologia, a marca conseguirá concretizar um avanço significativo no sentido dos seus objetivos de sustentabilidade, que visam garantir um ciclo de vida dos seus produtos 100% reciclado ou biodegradável, desde a origem até ao fim. «Escolhemos a YuniquePLM, dado que pode facilitar todas as exigências específicas da Houdini», explica Eva Karlsson, CEO da marca. «Tendo em conta que planeamos todos os produtos com o intuito de fazer a diferença para o utilizador final e para o mundo, a transparência e a rastreabilidade são essenciais para o nosso negócio», afirma. A abordagem estratégica e transversal desta tecnologia à informação permitirá que a Houdini gera todas as atividades do ciclo de vida do produto ao longo do processo produtivo. «Estas soluções ajudam a desenvolver artigos confortáveis e de alto desempenho, além de apoiarem a redução do impacto ambiental», garante Michael Lock, vice-presidente de vendas globais de software da Gerber. «As soluções da Gerber, onde se inclui a YuniquePLM, atendem a todas as necessidades de negócios, oferecendo-lhes uma maior escalabilidade e desempenho», aponta. Deste modo, a nova tecnologia da Gerber contribui para «conduzir a transformação da indústria em direção a um negócio mais sustentável e responsável», sublinha Lock.

2iTechstyle Summit 2020 procura inovadores

A iTechstyle Summit 2020 convida à submissão de resumos originais para a 4.ª Conferência Internacional sobre Têxteis e Vestuário que partilhará o edifício do Terminal de Cruzeiros, no Porto, com a 15.ª Conferência Anual Europeia de Têxteis da ETP (European Technology Platform), entre os dias 28 e 30 de abril. Reunindo inovadores, fornecedores de tecnologia, investigadores, clusters e outros atores da indústria têxtil e vestuário (ITV) de toda a Europa, o evento abordará temas relacionados com a «indústria 4.0, digitalização e desmaterialização de protótipos de tecidos e peças de vestuário, novas fibras e materiais avançados, novas estruturas técnicas e inteligentes, sustentabilidade e economia circular», enumera a plataforma oficial da cimeira. Além disso, destacará a forma como estas temáticas se inserem no novo programa-quadro de investigação e inovação da Horizon Europe, promovido pela Comissão Europeia e previsto para arrancar em 2021. Esta é uma iniciativa organizada pelo Citeve e pela Textile ETP. As candidaturas deverão ser entregues até 29 de fevereiro.

3MAR Shopping Matosinhos escolha número um do consumidor

Onze anos depois de ter chegado a Leça da Palmeira, o MAR Shopping Matosinhos foi considerado pelos consumidores “O Melhor Centro Comercial do Grande Porto”. Ancorado numa loja IKEA, o centro comercial foi nomeado pela “Escolha do Consumidor”, o principal sistema de monitorização do nível de satisfação e aceitabilidade das marcas pelos seus atributos individuais, avaliadas por consumidores com experiência corrente de consumo e de acordo com os seus critérios específicos de satisfação. O MAR Shopping Matosinhos obteve um nível de satisfação de 77,8% (mais 2,1 pontos percentuais do que o segundo classificado) que, segundo a ConsumerChoice – Centro de Avaliação da Satisfação do Consumidor, é um «valor acima da média desta edição». Os atributos mais valorizados nesta categoria de Centros Comerciais do Grande Porto foram o parque de estacionamento gratuito, variedade de lojas/lojas para todas as carteiras, limpeza dos espaços, proximidade, disponibilidade de equipamentos/serviços, climatização e localização/proximidade. «Para nós é muito importante esta avaliação, porque se baseia na perceção dos clientes para os quais damos o nosso máximo todos os dias, há mais de 11 anos. Quando abrimos, o nosso objetivo foi oferecer uma experiência de compra diferente aos nossos visitantes, mas que incluísse momentos culturais e de lazer, que tornasse o nosso centro comercial um ponto de encontro de famílias e amigos» resume Sandra Monteiro, diretora-geral do centro comercial. O MAR Shopping Matosinhos foi um dos primeiros centros comerciais do grupo Ingka Centres a ser ancorado numa loja IKEA, o que «só trouxe resultados positivos», afirma a diretora. «Permitiu-nos criar laços com a comunidade e com os nossos clientes porque seguimos a mesma filosofia de tornar mais feliz a vida de quem nos visita», explica. A “Escolha do Consumidor” é o sistema de avaliação de marcas número um em Portugal, liderando todos os índices (notoriedade, credibilidade, isenção e transparência e motivação de compra) junto dos consumidores portugueses. Este ano, foram premiadas 154 marcas e a cerimónia de entrega de prémios teve lugar no Capitólio, em Lisboa, a 9 de janeiro.

4Just Happy Days lança projeto que apoia evolução demográfica

A startup portuguesa lançou um projeto internacional de sensibilização batizado #noagecampaign, que já está a ser divulgado por vários órgãos de comunicação e um assunto muito badalado nas redes sociais. A ideia surgiu com base nos dados das Nações Unidas que revelam que em 2050 haverá, em todo o mundo, dois mil milhões de pessoas com mais de 60 anos, dos quais 3,2 milhões serão centenários, o que revela que vão haver mais idosos do que crianças e jovens com idade inferior a 15 anos. Deste modo, o projeto visa sensibilizar as gerações para esta problemática e fomentar a discussão transgeracional através de casos da vida real. A iniciativa é apoiada pela Universidade do Porto e conta com a participação de oito protagonistas com idades compreendidas entre os 46 e os 76 anos. António Gonçalves, empresário de moda, Cláudia Jacques, relações pública, Elsa Carvalho, empresária e editora de moda, Eugénio Campos, empresário e joalheiro e Carlos Coelho, criador de marcas, são alguns dos nomes que dão vida à campanha. Também alguns alunos da Universidade do Porto, entrevistados por uma psicóloga da Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto, vão partilhar as suas perspetivas sobre o envelhecimento e analisar as imagens das caras que protagonizam a campanha. O projeto surge com a nova década que tem como tema definido pelas Nações Unidas e pela Organização Mundial de Saúde o envelhecimento saudável, que abrange mais de 30 países dos cinco continentes devido à parceria estabelecida com a International Public Relations Network. «A #noagecampaign é uma ação de uma startup que atua num dos sectores que mais tem contribuído para o estigma da idade: o da moda», explica Elsa Carvalho, fundadora e editora de moda da Just Happy Days. «Mas este está longe de ser um problema exclusivo desta indústria. Qualquer pessoa com mais de 45 anos em situação de desemprego, por exemplo, sente atualmente uma forte resistência e até discriminação por parte do mercado. Um problema que se acentua a cada ano que passa», destaca ao referir-se à iniciativa que pretende abraçar a evolução demográfica e salientar os contributos da população mais madura para a sociedade.

5Portugal inspira campanha para sector do calçado

Num elogio a Portugal, a campanha “We are the FOOTure” apela às raízes nacionais para indicar o futuro do sector do calçado. Protagonizada pelo ator João Jesus, tem no mar a sua principal inspiração e destaca ainda a sustentabilidade como objetivo essencial para esse futuro. Esta campanha surge numa altura em que o sector, através da APICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos), lançou o “Plano de Ação do Cluster de Calçado para a Sustentabilidade”, um documento dividido em três eixos (planeta, pessoas e empresas), que apresenta mais de 12 medidas, distribuídas por cerca de 50 ações, com o objetivo de tornar «a indústria portuguesa de calçado líder no desenvolvimento de soluções sustentáveis», refere a associação sectorial. Ao longo dos últimos 10 anos, o calçado português conquistou vários mercados internacionais. As exportações cresceram 47%, atingindo um volume de negócios de 1,9 mil milhões de euros e foram criados mais de 4 mil postos de trabalho, o que significa um aumento de emprego na ordem dos 11%. Atualmente, exporta 95% da sua produção, para 163 países nos cinco continentes.

6O direito da moda no dia 29

No final deste mês, a fundação AEP, no Porto, estará reservada para o lançamento da obra “Fashion Law-Direito de Moda”. Coordenada por João Fraga de Castro, advogado na JFC & Associados, a publicação representa o primeiro Tratado de Direito da Moda e ainda o primeiro em língua portuguesa. Este é o culminar de um conjunto de ações académicas, promovidas juntamente com o Fashion Business Law Institute Portugal, a Escola de Direito da Universidade Católica Portuguesa e o Centro Regional do Porto, que visaram sistematizar um conjunto de experiências e de conteúdos, com plena aplicação ao tecido empresarial: indústria têxtil e vestuário (ITV), calçado e complementos de moda e de joalharia. No fundo, o objetivo é identificar, nos diferentes ramos do Direito, as partes específicas que merecem um tratamento teórico e prático mais detalhado, indo ao encontro das necessidades específicas das empresas, nacionais e sobretudo das empresas exportadoras. O desenvolvimento da obra foi acompanhado por vários especialistas, em cada uma das áreas a que se dirigem, não só do mundo académico, como também da área empresarial e da advocacia. «É certamente um livro de consulta, dirigido a todos os que trabalham no sector da moda, seja pela via do design, do marketing, da propriedade intelectual, dos contratos, das relações laborais, da fiscalidade, das plataformas digitais de compra venda e dos novos empreendedores», explica a JFC & Associados. No lançamento, a 29 de janeiro, estarão presentes como oradores Daniel Agis e João Fraga de Castro.