Início Notícias Retalho

C&A instala Fábrica de Inovação Têxtil na Europa

A retalhista de moda anunciou a abertura da Fábrica de Inovação Têxtil na Alemanha para o outono de 2021. O projeto incorpora a mais recente tecnologia para desenvolvimento e produção das próximas novidades da C&A, que quer ser cada vez mais sustentável.

[©C&A]

As novas instalações da retalhista, detentora de quase 1.400 lojas em 18 países europeus e mais de 31 mil colaboradores, serão estabelecidas em Mönchengladbach e vão entrar em funcionamento com a produção de jeans. A iniciativa faz parte da estratégia de sustentabilidade da C&A, com foco na tecnologia, na produção sem emissões de CO2 e na fabricação de moda mais sustentável.

«Estamos felizes por voltar a produzir no coração da Europa. Ao lado dos nossos sócios, queremos estabelecer novos padrões de fabrico têxtil. Este modelo da FIT [Fábrica de Inovação Têxtil] da C&A que estamos a lançar interligará o processo digital com a sustentabilidade, criando novos padrões para a produção global», afirma Giny Boer, diretora-geral da C&A Europa.

Os processos automáticos nas salas de costura e nas lavandarias serão uma realidade na nova fábrica da C&A, que irá contratar e formar uma centena de colaboradores. A linha de produção terá uma capacidade de cerca de 400 mil jeans, um número que deverá duplicar no futuro. «A FIT da C&A será mais do que um laboratório para protótipos. É sobre produzir em maior quantidade. A moda sustentável não pode ser apenas um produto de nicho», salienta Giny Boer.

[©C&A]
A C&A conseguiu que 67% dos produtos da marca se tornassem mais sustentáveis, uma percentagem que deverá atingir a totalidade em 2025. Neste sentido, a retalhista diz ter assinalado um «marco na indústria têxtil» ao usar «o tecido mais sustentável do mundo» na coleção feminina “Forever Denim”, fabricada com material 100% biodegradável.

«O processo de fabrico das peças, a sua durabilidade e como afetam o planeta em todo o seu ciclo de vida, incluindo quando não são úteis, é uma das principais preocupações da C&A e é com isso em mente que agimos», revela Domingos Esteves, diretor-geral da C&A em Portugal e Espanha. «O nosso objetivo é ir muito mais além e não somente invocar os princípios da moda circular, queremos também partilhar o nosso conhecimento e as nossas experiências com todo o sector e, essencialmente, com todos os consumidores, para continuarmos a trilhar caminho em direção a uma moda realmente sustentável e que cuide do nosso planeta», acrescenta.

Causas ao alcance de todos

Com o objetivo de fazer com que a sustentabilidade esteja ao alcance de todos, a retalhista apresentou o “Sustainability made easy”, uma nova plataforma integrada na loja online que disponibiliza uma vasta gama de vestuário eco-responsável.

[©C&A]
«Queremos que todos saibam e entendam que não é necessário pagar muito, nem procurar muito para encontrar roupa mais sustentável e de qualidade, que esteja em linha com as novas tendências. Na C&A, fazemos com que a sustentabilidade esteja sempre ao alcance de todos e que os nossos clientes possam aproveitar a melhor moda enquanto protegem o nosso planeta», destaca Domingos Esteves.

A inclusão é um dos temas também abordados pela retalhista, a par da sustentabilidade, motivo pelo qual surgiu a campanha que apoia os direitos da comunidade LGBTQIA+. Para comunicar a importância de abraçar a diversidade em diferentes níveis como no género ou na orientação sexual, a C&A optou por etiquetas sem género e por modelos de tamanho único na coleção genderless.

«Todos nós acreditamos firmemente num futuro que promova a igualdade e onde todos tenham a liberdade de se expressar e de ser o que realmente querem ser. Na C&A sempre abraçámos a igualdade e a inclusão de todos os grupos e com estas coleções queremos refletir precisamente esse compromisso e levá-lo a toda a sociedade. Ser uma marca global e que envolve toda a sociedade faz parte da nossa essência», explica Celina Bello Blanco, diretora dos recursos humanos da C&A Espanha e Portugal.