Início Arquivo

Caçadores nómadas são fonte de inspiração

Promovido pelo ICEP (Instituto de Comércio Externo de Portugal) a 15ª edição do Concurso Jovem Designer, teve como personalidade convidada o professor Isao Hosoe, designer japonês que desenvolve o seu trabalho entre Tóquio e Milão. “Aprender com os caçadores nómadas” foi o tema proposto , tendo sido interpretado em 17 projectos realizados em cerâmica, metal, vidro, madeira, têxteis e plástico. Uma capa de abrigo em cortiça foi um dos objectos que mais chamaram a atenção do júri, mas a primeira posição coube a Telma Pedro, com a apresentação de uma balança de pesar cartas. Um objecto que funciona através dos campos magnéticos de dois ímans. Presença assídua em Portugal, o professor Hosoe classificou a mostra de excelente e não poupou elogios à nova geração de designers. Segundo o mesmo, «entenderam muito bem o conceito que lhes foi dado. Alguns de uma forma mais directa e outros de uma forma mais livre, mas todos seguiram o conceito». Os estudantes das escolas superiores de design que participaram nesta mostra, executaram os seus projectos no Verão de 2001, nos centros de formação profissional e empresas. Assim como o designer convidado, também o arquitecto Pedro Delgado e Silva do ICEP, se mostrou contente com os trabalhos apresentados, estando agora preocupado em trazer profissionais com tradição no design, como o caso de Ron Arad, o designer inglês responsável pelo conceito do ano passado. Apesar de não estar ainda nada decidido, Pedro Silva pensa trazer um austríaco. De referir ainda que o Concurso Jovem Designer é uma importante aposta pública no que diz respeito ao Design em Portugal. Desta forma, o ICEP pretende promover o contacto entre o mercado e as instituições de ensino, encorajando os estudantes a desenvolver a sua carreira na indústria e sensibilizando-os para os problemas específicos com que se debatem as empresas.