Início Arquivo

Calvin Klein encerra linha desportiva e despede 90 trabalhadores

Calvin Klein, um dos mais consagrados designers americanos, cortou 90 postos de trabalho na casa-mãe da empresa e fechou a sua linha desportiva de preço-moderado: CK Bridge. O designer alertou que poderá vir a fazer maiores alterações no grupo à medida que o negócio é reestruturado a nível mundial. A secção CK Bridge, situada em termos de preços entre a colecção topo de gama e a linha de jeans mais acessível, facturava cerca de 50 milhões de dólares por ano, noticia o site just-style. Mas Klein considerou que a linha desportiva não era muito apropriada para o seu negócio, uma vez ser sua vontade que o foco das atenções seja a colecção topo de gama. Além disso, Klein referiu que o consumidor típico da linha Bridge era mais “maduro e conservador” do que o consumidor idealizado pela marca para aquela linha. Outra das reestruturações previstas e anunciadas pelo criador, foi a fusão entre a CK Calvin Klein Vestuário com a CK Calvin Klein Jeans, na Europa, Médio Oriente e na Ásia. Os analistas do sector referem que este «abanão» na CK é a resposta encontrada pelo criador para reagir à quebra do negócio que tem ocorrido um pouco por toda o mundo.