Destaques

Início Destaques

Tecnologia para a indústria 4.0

As novidades tecnológicas de empresas como a Stäubli, a Lectra, a Mind, a Gerber Technology e a Digidelta estão a colocar a indústria têxtil e vestuário no caminho da indústria 4.0, com propostas que permitem inovar, customizar e tornar mais eficiente a produção no dia a dia.

Lipaco na senda da inovação

Fios refletores, um novo acabamento que torna as peças escuras mais frescas e linhas fusíveis e elásticas são algumas das mais recentes adições no portefólio da Lipaco, que com a conclusão do investimento de 1,5 milhões de euros em abril deverá aumentar a capacidade produtiva até 35%.

JF Almeida aposta na reciclagem

A especialista em roupa de banho usou o fio 360, produzido na sua fiação, que aproveita os desperdícios da tecelagem, para fabricar as toalhas da nova coleção.

Gierlings Velpor sobre rodas

A empresa, atualmente controlada pela Lantal Textiles, está a terminar um investimento superior a dois milhões de euros para se tornar na referência nos têxteis para os transportes terrestres – uma área de negócio que deverá crescer para cerca de 8 milhões de euros em 2019 e para mais de 15 milhões de euros no futuro próximo.

Texprocess dá vida às microfábricas

Individualização, automatização e digitalização são os conceitos que estão a impulsionar as microfábricas enquanto produtoras de vestuário do futuro. Na próxima edição da Texprocess, que se realiza de 14 a 17 de maio, quatro modelos destas unidades produtivas do futuro estarão em destaque.

Sasia na vanguarda da reciclagem

O tema da economia circular começou, nos últimos anos, a estar na ordem do dia, mas na Sasia já remonta há quase sete décadas. Fundada em 1952, a empresa de reciclagem têxtil tem dado nova vida aos desperdícios da ITV e os novos investimentos, na ordem dos 2 milhões de euros, deverão suscitar mais procura.

«A estamparia digital é o caminho»

Propulsora da inovação, a diretora-geral da Acatel, Ana Pimenta, tem previstos novos investimentos e, embora não acredite no fim da estamparia convencional, considera que o futuro está na digital, pelo que tem como ambição que esta área de negócios represente em breve 30% das vendas da empresa.

«Quando o cliente chega à Tabel, tem tudo»

Humberto Salgado, CEO, e Francisca Salgado, a segunda geração a liderar a empresa, explicam os próximos passos da Tabel e o caminho a palmilhar para aumentar a exportação, que está a crescer graças a coleções mais sofisticadas e à presença em salões profissionais, onde tem atraído clientes da Europa e não só.

«A estamparia digital é uma ferramenta, não é a solução»

Mário Jorge Machado, presidente da Adalberto, assume a vontade de crescer na estamparia digital, mas sublinha que esta não resolve todos os problemas da estamparia e que há situações em que o processo convencional continua a ser uma solução mais interessante.

A pintura do século XXI

A qualidade quase fotográfica da estamparia digital, a somar às suas vantagens ambientais, está a expandir um mercado onde várias empresas portuguesas, da pioneira Adalberto às mais recentes Tabel, Imprimis by Gulbena e Acatel, dão já cartas.

Mais vistas